Polêmico jogo entre La Coruña e Fuenlabrada será na sexta-feira

AFP - São Paulo,SP

04-08-2020 23:57:03

A partida entre Deportivo La Coruña e Fuenlabrada, cujo adiamento devido à detecção de vários casos de coronavírus na equipe de Madri provocou uma grande confusão na Segunda Divisão do futebol espanhol, será finalmente disputada na sexta-feira, dia 7 de agosto, informou a LaLiga nesta terça-feira.

"Por resolução do Comitê de Competição, o jogo RC Deportivo-CF Fuenlabrada, agendado para 5 de agosto às 20:00 (15:00 pelo horário de Brasília), será finalmente realizada na sexta-feira, dia 7 de agosto às 20:00 (15:00, horário de Brasília)", afirmou a LaLiga em um comunicado.

Esta decisão ocorre um dia após a Federação Espanhola de Futebol (RFEF) anunciar a partida, correspondente à 42ª e última rodada da Segunda Divisão, para esta quarta-feira.

A partida deveria ter sido disputada no dia 20 de julho, juntamente com outros 10 jogos da última rodada da Segunda Divisão do futebol espanhol o que deu origem a uma grande confusão que ameaça alterar o início da próxima temporada.

O duelo era fundamental tanto na luta por posições nos playoffs de promoção quanto pela permanência, e no momento o desfecho do campeonato segue desconhecido.

O tradicional Deportivo La Coruña, no entanto, está rebaixado para a Segunda División B (terceira divisão) após as vitórias de Lugo e Albacete na última rodada.

Três equipes já estão classificadas para esse playoff (Zaragoza, Almeria e Girona) e falta uma quarta, que no momento é o Elche, mas se o Fuenlabrada vencer o jogo que foi adiado, seria ele mesmo o classificado.

Nesta terça-feira, a Cadena COPE publicou uma mensagem em áudio do capitão do La Coruña, Álex Bergantiños, na qual o jogador se comunica com seus companheiros de equipe que, depois de conversar com os dirigentes do clube "a única alternativa para salvar o clube do rebaixamento seguir adiante com o procedimento contra o Fuenlabrada e sejam rebaixados administrativamente pelo que fizeram".

Por esse motivo, Bergantiños propõe que sua equipe entre com apenas "sete ou oito profissionais", para que o La Coruña não seja penalizado, esperando que o procedimento contra o Fuenlabrada por "ocultação" de seus casos de COVID-19 e "conduta grave" ao viajar para La Coruña com vários de seus jogadores já infectados, termine com a derrota deste clube e seu rebaixamento, o que poderia salvar a equipe galega.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Deixe seu comentário