Atlético de Madri tropeça no Leganés e continua sem vencer no Espanhol

São Paulo, SP

27/08/16 | 19:09 - 27/08/16 | 19:10

Atletico Madrid's French forward Antoine Griezmann (R) kicks the ball and past Leganes' defender Victor Diaz during the Spanish league football match Club Deportivo Leganes SAD vs Club Atletico de Madrid at the Estadio Municipal Butarque in Leganes on the outskirts of Madrid on August 27, 2016. / AFP PHOTO / CURTO DE LA TORRE
O atacante Griezmann não conseguiu passar pela defesa armada pelo Leganés (Foto: Curto de la Torre/AFP)

O Atlético de Madri empatou pela segunda vez consecutiva e segue sem vencer no Campeonato Espanhol. O time tropeçou neste sábado, fora de casa, e não saiu de uma igualdade sem gols com o Leganés - estreante na primeira divisão.

Com o resultado, válido pela segunda rodada, o time de Diego Simeone somou o segundo ponto e continua no meio da tabela. Já o Leganés alcançou o quarto ponto e espera as partidas de domingo para saber se ficará nas primeiras posições.

O nível de futebol mostrado no primeiro tempo deixou a desejar. O Atlético de Madri começou num ritmo lento e só conseguiu ganhar confiança com o decorrer da partida. A primeira chance criada pelo time partiu de Gameiro, aos 26 minutos, em um chute cruzado que foi para fora.

A equipe da capital espanhola voltou a assustar aos 35 minutos, após Saúl avançar em direção à área e finalizar em cima do lateral Diego Rico. Aos 38, na melhor oportunidade da etapa inicial, o atacante Griezmann concluiu com efeito e exigiu boa defesa do goleiro Serantes.

A pressão do Atlético de Madrid se manteve inalterada com o início do segundo tempo. Aos sete minutos, Gameiro se livrou da marcação de Bustinza e chutou para outra intervenção do goleiro do Leganés. Incomodado com o fato de a equipe não transformar o domínio do jogo em gols, o técnico Diego Simeone sacou Gameiro, aos 13, para a entrada de Fernando Torres.

Logo após a alteração, o Atlético de Madri construiu uma boa trama ofensiva e Griezmann deu o passe para que Godín balançasse as redes. O zagueiro uruguaio, no entanto, estava em posição de impedimento e teve o gol anulado.

Simeone ainda mexeu duas vezes na equipe, sacando Gabi e Augusto para as entradas de Carrasco e Gaitán. Mas não aconteceram mudanças significativas na dinâmica do confronto. Griezmann conseguiu criar duas oportunidades de gol, aos 31 e 33 minutos, só que ambas passaram longe da meta.

No final, Serantes se esticou e evitou chute de Carrasco com o pé. Já nos acréscimos, Fernando Torres completou de cabeça um cruzamento de Filipe Luís, mas o goleiro do Leganés voltou a praticar grande defesa.

Deixe seu comentário