Futebol Internacional

Na volta de CR7, Portugal estreia nas Eliminatórias da Euro empatando com a Ucrânia

São Paulo , SP
22/03/2019 18:40:20

Em: Eliminatórias Eurocopa, Futebol, Futebol Internacional, Portugal

Atual campeão da Eurocopa, Portugal entrou em campo nesta sexta-feira para dar início à defesa do seu título. E contou com o maior reforço que poderia ter. Pela primeira rodada das Eliminatórias da Euro 2020, os lusitanos tiveram o retorno de Cristiano Ronaldo após cerca de oito meses, mas nem assim conseguiram um bom resultado. No Estádio da Luz, o jogo terminou empatado em 0 a 0.

Com o resultado, ambos os times começam a campanha nas Eliminatórias da Euro com um ponto cada. Dessa forma, com a vitória de virada sobre a Lituânia, Luxemburgo fica com a liderança do Grupo B. A Sérvia, que ainda não estreou, completa a chave.

A segunda rodada do Grupo acontece já nesta segunda-feira. A seleção portuguesa recebe a Sérvia novamente no Estádio da Luz, às 16h45 (de Brasília), enquanto a Ucrânia visita Luxemburgo no mesmo dia e horário.

O jogo

Cristiano Ronaldo voltou à seleção pela primeira vez depois da Copa (Foto: Patrícia de melo Moreira/AFP)

Apoiado pela torcida no Estádio da Luz, Portugal começou o duelo adiantando sua marcação e tentando pressionar os ucranianos desde o início. Com isso, a equipe visitante apostava no contra-ataque e nas jogadas em velocidade.

Chances reais de perigo, porém, demoraram a aparecer. O jogo era morno nos primeiros minutos, sem que os portugueses conseguissem fazer valer a posse e a pressão.

O jogo esquentou por volta dos 15 minutos, quando Pepe pegou de primeira da entrada da área e por pouco não abriu o marcador, parando em boa e precisa defesa do goleiro Pyatov. No minuto seguinte, William Carvalho apareceu sozinho na segunda trave e cabeceou para o fundo das redes, mas o árbitro já anulava o gol por posição irregular do volante.

As duas chances seguidas acenderam as duas seleções. Primeiro a Ucrânia, que foi ao ataque com Konoplyanka. O jogador escapou pela esquerda, ajeitou para a perna direita e bateu para o gol, mas a bola saiu à esquerda da meta de Rui Patrício.

Logo na sequência, Cristiano Ronaldo respondeu para Portugal. O gajo foi lançado na esquerda da área, partiu para cima da marcação e bateu firme, parando em ótima defesa com as pernas do arqueiro.

No minuo seguinte, aos 26 de bola rolando, uma jogada praticamente igual à anterior, mas CR7 esbarrou novamente na boa defesa de Pyatov.

Portugal era superior e bem que tentou. Cristiano insistiu pela esquerda, o time tentava cruzar na área, mas não conseguia ser eficiente. A Ucrânia se fechava bem e ainda conseguia até se lançar ao ataque em algumas oportunidades, mas também sem sucesso e sem sequer assustar a torcida. Com isso, o placar seguiu inalterado para o intervalo.

O lusitanos começaram a segunda etapa mantendo a estrategia de ficar com a bola no pé e pacientemente tentar achar espaços na defesa adversária. E depois de insistir, conseguiu a melhor chance até então do jogo.

Aos 11 minutos, depois de um bate-rebate na área da Ucrânia, André Silva ficou com a sobre e soltou uma bomba na direção do ângulo, mas Pyatov voou para defender de mão trocada e salvar sua equipe.

O jogo, porém, era majoritariamente morno. Portugal era superior, mas pouco acontecia. Aos 23 minutos, uma boa chance para os anfitriões em uma falta na entrada da área. Parecia que Cristiano Ronaldo iria bater, como de costume, mas quem cobrou foi Guerreiro. A bola desviou na barreira e passou perto da trave direita.

Como diz o ditado: quem não faz… no final do segundo tempo, a Ucrânia se empolgou e fez a torcida portuguesa suar frio no estádio. Aos 39 minutos, Konoplyanka finalizou de fora da área, cheio de veneno. Rui Patrício espalmou do jeito que deu e Júnior Moraes ficou com o rebote, mas chutou por cima, perdendo a grande chance dos visitantes no jogo.

Confira outros resultados:

Luxemburgo 2 x 1 Lituânia