Realizando sonho, “sucessor de Suárez” é convocado pela primeira vez para seleção uruguaia

São Paulo , SP
02/10/2017 14:33:49 — 02/10/2017 14:34:35

Em: Eliminatorias Sul-Americanas, Futebol, Futebol Espanhol, Futebol Internacional, Uruguai
Aos 21 anos, Maxi Gómez é uma grande promessa para o futuro do ataque celeste (Foto: Divulgação/Celta de Vigo)

Maxi Gómez acaba de completar 21 anos e já é tomado como o sucessor de Luis Suárez no comando de ataque da seleção uruguaia. Revelado pelo Defensor-URU, o jovem se transferiu ao Celta de Vigo para jogar a atual temporada. Após bom início no Campeonato Espanhol, indo às redes cinco vezes em cinco jogos, o artilheiro chamou a atenção de Óscar Tabárez, que o convocou para os derradeiros confrontos da celeste pelas Eliminatórias Sul-americanas da Copa do Mundo de 2018.

“Poder estar ao lado de monstros, dividir vestiário e jogar com eles é algo muito bonito. Estou indo passo a passo, trabalhando muito bem para, quem sabe, jogar a Copa do Mundo. Este é o meu grande sonho de infância”, admitiu.

Questionado a respeito da presença de Suárez na relação de convocados por Tabárez, Gómez não esconde a felicidade. “É meu ídolo. Eu o admiro muito pela maneira como trabalha, como se desmarca, as diagonais que traça e tudo. No Uruguai, se diz muito que sou o sucessor de Suárez na seleção. Tomara que eu seja”, falou.

O Uruguai enfrentará a Venezuela e a Bolívia nos compromissos que encerram sua participação no torneio qualificatório para o Mundial da Rússia. O primeiro duelo ocorre na próxima quinta-feira, 5 de outubro, em La Paz, enquanto o segundo será no dia 10, uma terça-feira, em Montevidéu. Vice-líder, atrás apenas do Brasil, a celeste precisa de apenas uma vitória para se garantir no principal torneio de seleções do mundo.