Futebol/Copa Sul-Americana

Clássico entre Santa Fé e Millonarios pela Sul-Americana acaba sem gols

São Paulo , SP
18/09/2018 23:43:02

Em: Copa Sul-Americana, Futebol, Futebol Internacional, Santa Fe-COL

O clássico colombiano entre Independiente Santa Fé e Millonarios, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana, terminou sem gols. Os rivais de Bogotá se enfrentaram no estádio El Campín e, apesar de o Independiente ter sido mais ofensivo e jogado 25 minutos com um jogador a mais, o Millonarios foi feliz na defesa e os times empataram por 0 a 0.

Os dois clubes colombianos voltam a campo para decidir quem chega às quartas de final na próxima terça-feira, às 21h45 (de Brasília). O jogo será novamente no El Campín, mas desta vez o Millonarios será o mandante. O vencedor enfrenta quem passar do confronto entre Botafogo e Bahia.

Independiente Santa Fé e Millonarios empataram sem gols no jogo de ida (Foto: Guillermo Munoz/AFP)

O duelo colombiano começou equilibrado, mas com muitos erros de passe e muitas faltas para ambos os times. Jogando como mandante, o Independiente Santa Fé entrou em campo com postura mais ofensiva, mas foi o Millonarios que teve a melhor chance para abrir o placar no primeiro tempo.

Aos 24 minutos, a zaga do Santa Fé errou ao tentar sair jogando e a bola sobrou para Barreto. O atacante, no entanto, não conseguiu marcar o primeiro gol do jogo graças à ótima intervenção do goleiro Zapata, que saiu nos pés de Barreto e fez boa defesa.

Depois do susto, o time mandante continuou atacando mais, mas pecou na pontaria. Os visitantes, por outro lado, se preocuparam mais em chegar ao intervalo com o empate no placar e retiveram a posse de bola, mas com pouca objetividade.

O segundo tempo começou com um susto. Logo nos primeiros minutos, o goleiro Fariñez, do Millonarios, levou a pior em dividida com o atacante Rodriguez e ficou no chão. O jogo ficou parado por vários minutos para seu atendimento no gramado.

Com a bola rolando, o Independiente continuou atacando mais, mas a retranca do Millonarios conseguia conter todas as ofensivas. Os visitantes sofreram um duro golpe aos 29 minutos, quando o meio-campista Carrillo recebeu seu segundo cartão amarelo na partida e foi para o chuveiro mais cedo. O primeiro cartão de Carrillo havia sido aos 26 minutos.

Aproveitando a vantagem numérica, o Independiente partiu para o ataque e criou boa chance de gol aos 42 minutos. Facundo Guichón recebeu de Guastavino e finalizou da entrada da área, mandando a bola perto da trave de Fariñez.

Já nos acréscimos, o time mandante teve a grande chance do jogo, mas também desperdiçou. Guichón sofreu falta perigosa perto da meia-lua da área, mas, na cobrança, Guastavino tentou surpreender o goleiro e acabou chutando para fora. O apito final, que decretou o empate sem gols, veio logo em seguida.