Copa do Mundo

O cara do jogo: Artem Dzyuba

São Paulo, SP

19-06-2018 17:31:56


O centroavante Artem Dzyuba, de 1.96m, já tem 29 anos e está longe de ser uma revelação no futebol. Com apenas dois jogos disputados na Copa do Mundo de 2018, porém, o grandalhão da Rússia já mereceu um destaque inesperado para quem ostenta sua modesta carreira. Nesta terça-feira, diante do Egito, ele foi o maior destaque na importante vitória por 3 a 1 dos donos da casa, praticamente classificados para as oitavas de final.

Escolhido para ser titular após entrar no intervalo e facilitar muito o trabalho do time na estreia da competição, contra a Arábia Saudita, o goleador foi mais uma vez decisivo contra os rápidos africanos. Única alternativa ofensiva em uma truncada etapa inicial, ele foi o desafogo para a defesa e conseguiu segurar a maioria das bolas lançadas a si. O gol, no entanto, ficou para os 45 minutos finais.

Mais especificamente, entre os dois e os 17 minutos do segundo tempo. Foi esse o tempo necessário para ele, mesmo sem se mexer, ser essencial na abertura do placar. Após bola na área em que ele brigou com três defensores sozinho, Zobnin chutou cruzado e, tentando evitar que a redonda chegasse ao gigante, Fathi se antecipou todo desengonçado e acabou empurrando a bola para o próprio gol.

Pouco depois, ele observou mais uma jogada pelo lado da Rússia e, enquanto os zagueiros tentavam detê-lo, Cheryshev apareceu livre para ampliar. Logo na sequência, veio o tento que o coroou como melhor em campo: outro lançamento longo, matada no peito, drible rápido no zagueiro e um toque de classe no canto direito do goleiro, deixando ainda mais alucinados os torcedores presentes em São Petersburgo.

Emprestado pelo Zenit ao Arsenal de Tula na última temporada, o atacante de quase 2m agora tenta se provar diante de uma campeã mundial: a seleção uruguaia, próxima adversária dos russos em partida marcada para a segunda-feira, na cidade de Samara, fechando a fase de grupos.

Deixe seu comentário