Futebol

Após 90 minutos sem luz, Operário vence Cuiabá e é campeão da Série C

São Paulo , SP
22/09/2018 22:31:51 — 06/12/2018 14:55:53

Em: Brasileiro Série C, Cuiabá, Futebol, Operário-PR
Operário ficou com o título após vitória na segunda partida (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

O Operário é o campeão da Série C do Campeonato Brasileiro. Neste sábado, o Fantasma venceu o Cuiabá por 1 a 0 e, após empate por 3 a 3 na partida de ida, a equipe alvinegra ficou com o título em partida que ficou marcada por uma queda de energia elétrica que paralisou o duelo por 90 minutos.

Com a bola rolando, foram apenas três minutos de futebol na Arena Pantanal até que a falta de luz interrompesse a decisão. De início, o estádio palco da Copa do Mundo de 2014 ficou iluminado pelas luzes dos celulares da torcida nas arquibancadas. Mas a bateria dos aparelhos móveis e paciência dos presentes se esgotou antes que a energia voltasse.

Seguindo o regulamento das competições brasileiras, a arbitragem poderia adiar o jogo após 30 minutos de paralização. Com 40 de problemas técnicos, os torcedores começaram a vaiar e o locutor do estádio pediu mais 10 minutos de paciência que a “luz já iria voltar”. Demorou outros 50 minutos até a energia se reestabelecer na Arena. (Confira ao final deste relato a justificativa do Governo do Estado sobre o problema).

Os donos da casa reiniciaram a partida tentando colocar o Operário dentro de seu campo de defesa. E conseguiram pressionar, levando perigo ao Fantasma. E aos 19 minutos Simão fez uma das intervenções mais bonitas da temporada numa cabeçada de Jenison – aquele mesmo revelado pelo Atlético. Para tentar deixar tudo equilibrado, logo depois Cleyton perdeu uma boa chance.

Após os dois lances de perigo, o jogo seguiu mais corrido, e sem a blitz do Cuiabá. E com uma característica já vista no domingo passado: tensão e nervosismo entre os dois times. As jogadas mais ríspidas deixavam o clima ainda mais quente – isso que a temperatura na capital do Mato Grosso era de 35 graus, às 21h. E antes do primeiro tempo terminar, Simão fez outro milagre na cabeçada de Adriano Pardal.

Os cuiabanos tentaram seguir pressionando no segundo tempo, mas foi o Operário que abriu o placar. Aos 9 minutos, Quirinho fez jogada pela esquerda e bateu cruzado. Victor Souza espalmou parcialmente e Bruno Batata se jogou na bola e empurrou para a rede garantindo o caneco aos visitantes.

Bruno Batata fez o único gol do jogo (Foto: CBF)

Curiosamente, os dois times vieram do mesmo grupo (B) na fase classificatória. Para chegar ao caneco, o Operário, vice-líder da chave (três pontos à frente do Cuiabá) ainda passou por Santa Cruz e Bragantino no mata-mata. Ao todo, foram 12 triunfos, oito empates e quatro derrotas na vitoriosa campanha.

Como nota positiva da final ainda há de se destacar a paz que prevaleceu em campo na Arena Pantanal. No duelo de ida, no Germano Kruger, houve brigas entre jogadores e funcionários após o apito final. Os dois clubes e os envolvidos ainda podem ser punidos.

Nota do governo de Mato Grosso sobre a queda de energia:

O Governo do Estado informa que uma instabilidade no sistema elétrico da Arena Pantanal provocou a queda de energia em uma parte dos refletores do estádio na noite deste sábado, no início do primeiro tempo da partida entre Cuiabá e Operário-PR, pela final da Série C. Engenheiros da Arena Pantanal identificaram o problema e tiveram que religar o sistema de forma manual para que os refletores voltassem a funcionar. A causa da instabilidade no sistema elétrico será averiguada pela administração da Arena Pantanal. A Secretaria de Estado de Segurança Pública, por meio da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), também acompanha o caso.