Brasileiro Série B

Serra Dourada | 25/08/2018

Futebol/Campeonato Brasileiro Série B

Vila vence Goiás e confirma Alan Mineiro como “carrasco”

São Paulo , SP
25/08/2018 18:25:40 — 25/08/2018 18:29:13

Em: Brasileiro Série B, Goiás, Notícias, Vila Nova-GO
Autores dos dois primeiros gols, Alan Mineiro e Alex Henrique comemoram vitória do clássico entre Vila Nova e Goiás neste sábado, por 3 a 0 (Foto: Reprodução)

Alan Mineiro comprovou por que é carrasco do Goiás. Pela 23ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, o Vila Nova recebeu o esmeraldino no Serra Dourada, às 16h30 (de Brasília), e venceu por 3 a 0 com gol do seu camisa 10 e participação nos outros dois tentos, marcados por Alex Henrique e Hélder. Nas últimas partidas contra o rival, Alan Mineiro marcou cinco vezes.

O primeiro tempo foi marcado por equilíbrio, com chances iguais para ambas as equipes, mas, para a alegria da torcida do Vila Nova, única presente no clássico, Alan recebeu aos 47 minutos, limpou a jogada e abriu o placar para os donos da casa após falha do goleiro Marcos.

Na segunda etapa, o carrasco recebeu, deu passe para Mateus Anderson e Alex Henrique ampliou a vantagem aos 15 minutos. O duelo continuou bastante disputado, com uma chance para o Goiás aos 33 minutos, mas foi o Vila quem aplicou mais um, dessa vez com Hélder, que entrou no lugar de Vinícius Leite. Maguinho ainda foi expulso, mas o esmeraldino não conseguiu reagir.

Diante deste resultado, o Goiás caiu uma posição e saiu do G4, permanecendo com 36 pontos. Já o Vila Nova, alcançou os 35 pontos e pulou para a sétima colocação. Na próxima rodada, o Tigre tem um compromisso contra a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli. Já o alviverde recebe o Fortaleza no Estádio Olímpico Pedro Ludovico para tentar recuperar os pontos perdidos e diminuir a distância para a liderança.

O jogo.

No primeiro turno, o Vila Nova venceu por 3 a 1, com dois gols de Alan Mineiro, que foi o primeiro a tentar abrir o placar no Serra Dourado neste sábado. Ele mesmo quem fez falta em cima de David Duarte após levar um chapéu. A partida começou quente e Wesley Matos, do Vila Nova, levou cartão amarelo, o que o deixa fora da próxima rodada, em duelo contra a Ponte Preta.

Aos 21 e 22 minutos, duas defesas de Marcos após lances de Mateus Anderson e Vinícius Leite. O árbitro Anderson Daronco precisou se impor em campo, já que os jogadores se mostravam nervosos e com muitas reclamações. Somente aos 42 minutos o Goiás teve sua primeira chance clara na partida, com bela defesa de Pasinato após chute de Giaretta, que quatro minutos depois chutou colocado e quase fez um gol de cobertura. O goleiro se esticou e realizou a defesa.

A resposta veio aos 47 minutos, com Alan Mineiro. Ele recebeu a bola fora da área, se livrou da marcação e bateu forte na meta de Marcos, que pulou antes da hora e viu a bola passar por baixo do seu corpo.

Na segunda tempo, os times voltaram sem modificações. Aos 14 minutos, Marcos fez uma bela defesa em lance de Mateus Anderson, mas, um minuto depois, não evitou o segundo gol dos donos da casa, dessa vez com Alex Henrique. Alan Mineiro participou do início da jogada.

O técnico Ney Franco optou por deixar sua equipe mais ofensiva, obrigando o Vila Nova a se fechar mais e tentar explorar alguns contra-ataques. Aos 33 minutos, Alex Silva perdeu a oportunidade de diminuir para o Goiás, após chute para fora. Para fechar a conta, Hélder, que entrou no lugar de Vinícius Leite, recebeu de Alan Mineiro e deu um carrinho para empurrar para o fundo da rede do Goiás.

FICHA TÉCNICA
VILA NOVA 3 X 0 GOIÁS

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: 25 de agosto de 2018 (sábado)
Horário: 16h30 (de de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (RS/Fifa)
Assistentes: Rafael da Silva Alves e Jorge Eduardo Bernardi (RS)
Público: 10.780 pessoas
Cartões amarelos:
 Wesley Matos e Maguinho (Vila Nova)
Cartão vermelho: Maguinho (Vila Nova)
Gols:
VILA NOVA: Alex Mineiro, aos 47 minutos do primeiro tempo; Alex Henrique, aos 15 minutos do segundo tempo, e Hélder, aos 38 minutos do segundo tempo.

VILA NOVA: Matheus Pasinato; Maguinho, Wesley, Giaretta, Gastón; Moacir, Heitor, Mateus Anderson (Léo Itaperuna); Alan Mineiro (Anderson Luis), Vinícius Leite (Hélder), Alex.
Técnico: Hemerson Maria

GOIÁS: Marcos; Alex Silva, Victor Ramos, David Duarte, Ernandes; Giovanni (Maranhão), Gilberto Jr., Renato Cajá (Júnior Viçosa); Felipe Gedoz (Rafinha), Michael e Lucão.
Técnico: Ney Franco