Na estreia de Ricardo Goulart, Bahia vence CSA e assume vice-liderança da Série B

São Paulo, SP

06/08/22 | 18:32 - 06/08/22 | 19:11

O Bahia deu mais um passo importante para sua volta à Primeira Divisão nacional ao derrotar o CSA por 1 a 0, neste sábado. Na Arena Fonte Nova, pela 22ª rodada da Série B do Brasileirão, o Tricolor baiano dominou seu adversário durante toda a partida e assumiu a vice-liderança.


Com a vitória, o Bahia chega a 40 pontos e termina a rodada na segunda posição. Agora, os baianos terão apenas três dias para se preparar para o duelo contra o Sampaio Corrêa, nesta terça-feira, às 21h30 (de Brasília), no Estádio Castelão.

O CSA segue em situação complicada na tabela. Sem pontuar contra o Bahia, a equipe continua com 20 pontos, na 17ª colocação. Com isso, mesmo que vençam na próxima rodada, contra o Brusque, na terça-feira, às 20h30, no Estádio Rei Pelé, os alagoanos seguirão na zona de rebaixamento.

O jogo

O Bahia dominou as ações durante toda a partida, enquanto o CSA buscava uma bola para tentar marcar. Aos 11 minutos, os baianos chegaram com perigo pela primeira vez, com um chute forte de Daniel que passou muito perto do gol adversário.

Os donos da casa seguiram pressionando até que, aos 26, Copete marcou, após desvio de Ignácio na cobrança de escanteio, porém o impedimento foi marcado. Com 38 minutos no relógio, o CSA errou na saída de bola e Igor Torres roubou. O atacante chutou da entrada da área e colocou o Bahia à frente no placar.

No segundo tempo, o técnico Alberto Valentim mudou o esquema do CSA, que havia iniciado o jogo com uma linha de cinco defensores. Com uma atitude mais ofensiva, o time alagoano conseguiu diminuir a pressão adversária, mas seguiu sem criar oportunidades claras para marcar.

A melhor chance da etapa veio só aos 38 minutos, quando o atacante Rodallega, capitão do Bahia, recebeu um cruzamento por baixo e desviou de letra para o gol. A bola passou muito perto da trave e saiu pela linha de fundo. Já nos acréscimos, o time da casa quase ampliou o placar com um chute de fora da área de Vitor Jacaré que tirou tinta da trave.

Deixe seu comentário