Brasileiro Série B

Brinco de Ouro da Princesa | 28/07/2018

Futebol/Campeonato Brasileiro Série B

Longuine decide e Guarani vence o Brasil de Pelotas no Brinco de Ouro

São Paulo , SP
28/07/2018 18:34:46 — 28/07/2018 19:19:42

Em: Brasil de Pelotas, Brasileiro Série B, Guarani, Notícias

Foi sofrido, mas o Guarani voltou a vencer no Campeonato Brasileiro da Série B. Jogando no Brinco de Ouro, pela 18ª rodada, a equipe superou a inferioridade numérica em boa parte do segundo tempo e contou com atuação de gala de Rafael Longuine para derrotar o Brasil de Pelotas por 2 a 1.

Depois de um começo de primeiro tempo em que as marcações prevaleceram, os mandantes cresceram de rendimento no ataque através da incessante movimentação da trinca de meio-campistas, formada por Rondinelly, Matheus Oliveira e Rafael Longuine. O último, inclusive, marcou o gol que abriu o placar.

No entanto, o trio sofreu um desmanche no segundo tempo. Matheus Oliveira foi substituído por Erik, o que rendeu vaias a Umberto Louzer, treinador bugrino. Já Rondinelly foi expulso. Para piorar a situação, o Brasil de Pelotas havia empatado logo aos 12 minutos, com Lourency. Mas o Guarani tinha Longuine, que em tarde inspirada, marcou o gol da vitória por 2 a 1 nos minutos finais.

Com o resultado, o Guarani volta a triunfar na Série B após duas rodadas, chega aos 26 pontos e assume momentaneamente o 8º lugar. O Brasil, por sua vez, segue na zona de rebaixamento ao ocupar a 17ª colocação, com 18 pontos, podendo perder até duas posições com o decorrer da rodada.

Na última rodada do primeiro turno, o Bugre visita o Londrina, no Estádio do Café, às 19h15 (de Brasília) da próxima sexta-feira. Um dia depois, às 16h30 (de Brasília), o Xavante recebe o Goiás, no Estádio Bento Freitas.

Longuine fez dois gols e ainda carimbou duas bolas na trave (Foto: Letícia Martins/Guarani Press)

Guarani é melhor na primeira etapa e sai na frente

Com duas defesas bem postadas, os ataques não conseguiam construir boas jogadas para infiltrar na área adversária. Diante desse cenário, Ricardinho resolveu arriscar de longe, a bola desviou na marcação e saia à esquerda da meta, assustando Marcelo Pitol.

Aproveitando o bom momento, o Guarani criou outra chance na sequência, quando Marcão fez o pivô para Rafael Longuine, que chegou batendo forte, no entanto, a bola caprichosamente foi no pé da trave. Mais tarde, o zagueiro Philipe Maia subiu alto após cobrança de falta na área e testou por cima da meta.

Na sequência, Matheus Oliveira recebeu na entrada da área, bateu forte e Marcelo Pitol espalmou. No rebote, Kevin cruzou para Ricardinho cabecear sem goleiro na trave, porém, o bandeirinha assinalou impedimento do meia e a jogada foi invalidada.

De tanto martelar, o Bugre chegou ao gol nos minutos finais da primeira etapa. Willian Oliveira tocou para Matheus Oliveira, que com um toque magistral de letra deixou Longuine em condições de finalizar. O ex-Santos não desperdiçou a oportunidade e bateu no canto esquerdo, sem chances para o goleiro.

Brasil cresce, mas Longuine dá vitória ao Bugre

A estrela do técnico Gilmar Dal Pozzo brilhou na segunda etapa e o Brasil de Pelotas chegou ao empate. A equipe voltou do intervalo com Lourency no lugar de Kaio e foi justamente ele quem marcou o gol. Após cruzamento de Éder Sciola, o atacante chegou arrematando de prima para balançar as redes.

Se a situação do Guarani já era ruim, piorou aos 18 minutos, quando Rondinelly, um minuto depois de receber o primeiro amarelo, tomou o segundo e foi expulso da partida. Irritados com a situação e com as substituições de Umberto Louzer, a torcida bugrina começou a vaiar o treinador.

Mesmo com um clima adverso, os jogadores do Guarani se superaram e a equipe carimbou a trave em cobrança de falta de Rafael Longuine. O troco dos gaúchos não tardou e veio com Lourency. O autor do primeiro gol limpou os marcadores e chutou rasteiro para Oliveira espalmar.

No duelo entre Lourency e Longuine, os nomes da partida, melhor para o clube de Campinas. O ex-santista recebeu pela direita na entrada da área e acertou um chutaço, decretando a vitória dramática do Guarani por 2 a 1.

FICHA TÉCNICA
GUARANI 2X1 BRASIL DE PELOTAS

Local: Estádio Brinco de Ouro da Princesa, Campinas (SP)
Data: 28 de julho de 2018, sábado.
Horário: 16h30 (de Brasília)
Árbitro: Luiz César de Oliveira Magalhães (CE)
Assistentes: Nailton Junior de Sousa Oliveira (CE) e  Anderson Moreira de Farias (CE)
Cartões Amarelos: Itaqui, Gilson e Bruno Collaço (Brasil de Pelotas). Rondinelly (2) e Ricardinho (Guarani)
Cartão Vermelho: 
Rondinelly (Guarani)
Gols:
GUARANI: Rafael Longuine aos 40 minutos do 1°T e aos 40 minutos do 2ºT.
BRASIL DE PELOTAS: Lourency aos 12 minutos do 2ºT.

GUARANI: Oliveira, Kevin, Philipe Maia, Everton Alemão e Pará; Willian Oliveira e Ricardinho; Matheus Oliveira (Erik), Rafael Longuine (Felipe Diadema) e Rondinelly; Marcão (Poveda)
Técnico: Umberto Louzer

BRASIL DE PELOTAS: Marcelo Pitol; Éder Sciola, Leandro Camilo, Rafael Dumas e Bruno Collaço; Leandro Leite, Itaqui (Gilson), Kaio (Lourency), Pereira (Maicon Assis) e Valdemir; Luiz Eduardo
Técnico: Gilmar Dal Pozzo