Futebol/ Brasileiro Série B

Inter joga mal e fica no 0 a 0 com o Boa Esporte em Varginha

São Paulo , SP
17/10/2017 21:17:56

Em: Boa Esporte, Brasileiro Série B, Futebol, Internacional

Em partida fraca tecnicamente, Boa Esporte e Internacional empataram sem gols em Varginha pela 30ª rodada da Série B. Com o resultado, o time gaúcho se mantém na liderança do torneio com 58 pontos. Os mineiros alcançaram os 38 pontos.

O Internacional teve três desfalques em relação à última rodada. Sem Eduardo Sasha e Edenílson (suspensos), o técnico Guto Ferreira optou pelo meia Camilo na extrema esquerda e pelo jovem Jéferson na posição do experiência Edenílson. Além deles, o centroavante Leandro Damião foi ausência. Com dores musculares, o jogador ficou em Porto Alegre se recuperando. Assim, o uruguaio Nico López entrou no time.

O Boa Esporte teve o retorno dos jogadores Escobar, Ruan, Fellipe Mateus e Thaciano. Os quatro haviam sido poupados na última rodada pelo técnico Nedo Xavier, visando o duelo contra o Internacional. Os desfalques do treinador foram os atletas Ramon, Josué e Elivélton.

O JOGO

Apesar do resultado, Colorado se mantém na liderança (Foto: Ricardo Duarte/ SCI)

O Internacional começou o jogo pressionando. Em cobrança de escanteio, no primeiro minuto da partida, D’Alessandro cobrou baixo na primeira trave e o volante Charles deu uma leve desviada para o meio da área. O zagueiro colorado Danilo Silva apareceu para concluir, mas Douglas Assis salvou colocando o pé e mandando para a linha de fundo.

Aos 8 minutos, o Internacional teve outra grande oportunidade. O uruguaio Nico López fez uma bela jogada individual, avançou pelo meio e concluiu forte à meta, mas o goleiro Fabrício espalmou para a linha de fundo. Um minuto depois, Nico lançou William Pottker, que entrava na área pela esquerda. O camisa 99 tentou finalizar de primeira, mas pegou mal de perna esquerda e a bola foi para fora.

Aos 26 minutos, o Boa Esporte quase abriu o marcador. Em cobrança de falta, Reis bateu direto ao gol, a bola desviou na barreira e enganou o goleiro Danilo Fernandes. O arqueiro colorado estava batido no lance, mas a redonda foi para fora. Na cobrança de escanteio, Reis mandou na primeira trave e Escobar, livre de marcação, desviou de cabeça. A bola passou sob o travessão.

Os dois times chegavam com perigo em jogadas iniciadas com a bola parada. Em cobrança de falta na esquerda de ataque, aos 36 minutos, o argentino D’Alessandro cruzou curto e o lateral-direito se antecipou e desviou. A bola passou perto da trave direita de defesa do goleiro Fabrício.

Após fazer falta forte em Paulinho, o lateral-direito Claudio Winck recebeu cartão amarelo. O terceiro do jogador que desfalcará o Inter na próxima partida contra o Criciúma, no estádio Heriberto Hülsen.

Em um momento de desatenção, aos 42 minutos, o volante Charles foi desarmado por Wesley na entrada da área. O atacante do Boa avançou pelo meio e, pressionado pela marcação, chutou rasteiro para o gol. A bola saiu fraca e Danilo Fernandes defendeu com tranquilidade.

SEGUNDO TEMPO

O Internacional retornou ao campo com uma mudança no time. O técnico Guto Ferreira tirou o garoto Jéferson e colocou o chileno Felipe Gutiérrez. O Boa Esporte voltou do vestiário sem alterações.

A segunda etapa começou sem intensidade e com poucas chances claras de gol. Apenas aos 11 minutos, em contra-ataque rápido, Ruan carregou a bola até a entrada da área e finalizou tentando encobrir o goleiro Danilo Fernandes. Contudo, o lateral pegou muito embaixo da bola que saiu pela linha de fundo.

Aos 15 minutos, o meia Camilo arriscou de muito longe, quando se aproximava do gol, a bola começou perder altitude e passou perto da meta defendida por Fabrício.

Em contra-ataque, o Boa Esporte chegou com perigo pelo alto. Reis escapou pela esquerda e cruzou para Wesley subir sozinho e cabecear. A bola foi no meio do gol e o goleiro Danilo Fernandes agarrou com as duas mãos com tranquilidade.

Aos 28 minutos, após troca de passes dos jogadores do Boa Esporte, Reis recebeu livre dentro da grande área pela esquerda, mas no momento da conclusão o lateral Claudio Winck apareceu. A bola explodiu no jogador que ainda evitou o escanteio mandando para lateral.

O duelo teve um longo período sem ataques. Já no final da partida, aos 44 minutos, o Internacional quase marcou na melhor jogada colorada na segunda etapa.O lateral Uendel lançou na área e o atacante William Pottker dominou na direita. O camisa 99 avançou em direção ao gol, mas chutou para fora.

Antes do apito final, Pottker cruzou para Uendel cabecear, mas a bola bateu na rede pelo lado de fora.

As duas equipes retornam a campo na 31ª rodada da Série B. Na sexta-feira, às 20h30 (de Brasília), o Boa Esporte enfrenta o CRB no estádio Rei Pelé, em Maceió (AL). No sábado, às 16h30 (de Brasília), o Internacional visita o Criciúma, no estádio Heriberto Hülse, em Criciúma (SC).

FICHA TÉCNICA
BOA ESPORTE 0 X 0 INTERNACIONAL
Local: Estádio Dilzon Melo, em Varginha (MG)
Data: 17 de outubro de 2017, terça-feira
Horário: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Francisco Carlos do Nascimento – AL
Assistentes: Pedro Jorge Santos de Araújo – AL e Rondinelle dos Santos Tavares – AL

CARTÕES AMARELOS
Boa Esporte: Ruan
Internacional: Camilo, Claudio Winck, Charles

BOA ESPORTE: Fabrício; Ruan, Caíque, Douglas Assis e Paulinho; Escobar, Diones (Lucas Hulk), Fellipe Mateus (Igor Amaral), Reis e Wesley (Rodolfo); Thaciano.
Técnico: Nedo Xavier

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; Claudio Winck, Danilo Silva, Victor Cuesta e Uendel; Charles, Jéferson (Felipe Gutiérrez), Nico López (Carlos), D’Alessandro, Camilo (Roberson); William Pottker.
Técnico: Guto Ferreira