Brasileiro Série B

Brino de Ouro da Princesa | 08/05/2018

Futebol/Brasileirão Série B

Guarani supera Criciúma em casa e chega à 2ª vitória na Série B

São Paulo , SP
08/05/2018 21:09:50 — 08/05/2018 21:13:51

Em: Brasileiro Série B, Criciúma, Futebol, Guarani

O Guarani ainda não conseguiu encaixar depois do título da Série A2 do Paulistão, porém, ao menos nesta terça-feira conseguiu conquistar mais três pontos na Série B do Campeonato Brasileiro. Recebendo o Criciúma no Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, pela quinta rodada da competição, o Bugre dominou o jogo e fez prevalecer seu mando de campo, superando os adversários catarinenses por 1 a 0, gol de Bruno Nazário.

Com o resultado, o Guarani chegou à sua segunda vitória na Segundona. O resultado, inclusive, é de extrema importância para o time campineiro, que brigava na parte de baixo da tabela e havia superado somente o Sampaio Corrêa, na segunda rodada da Série B.

Já o Criciúma se complicou ainda mais neste início de disputa. O time comandado pelo técnico Argel Fucks ainda não venceu no torneio nacional e integra a zona de rebaixamento, com somente um ponto na tabela. Na próxima rodada, o Tigre tentará recuperar o prejuízo contra o Juventude, em casa. O Guarani, por sua vez, encara Goiás, em Goiânia.

Guarani soma cinco jogos, duas vitórias e três derrotas na Série B do Brasileirão (Foto: Leticia Martins/Guarani Press)

O jogo – O Guarani foi quem criou as principais oportunidades no primeiro tempo. Jogando em casa, o Bugre não demorou muito para assustar seu adversário e quase abriu o placar logo aos seis minutos, quando Rondinelly fez grande jogada individual, pedalando para cima do zagueiro e, ao sair de cara com o goleiro, tentar a cavadinha. A bola, porém, não subiu o suficiente, e o jogador viu Luiz fazer a importante defesa para o time do Criciúma.

Aos 19, outra boa oportunidade para o Guarani. Desta vez, Rafael Longuine driblou o goleiro e tocou para Anselmo Ramon, que bateu forte, mas acabou tendo seu arremate bloqueado pelo zagueiro Sandro. Um pouco mais tarde, aos 34, o jogador do Bugre novamente esteve muito próximo de balançar as redes, iludindo o marcador, mas batendo para fora.

Depois de tanto martelar o Criciúma, os donos da casa, enfim, viram a pressão nos rivais surtir efeito aos 41 minutos. Rafael Longuine, uma das principais ameaças do Guarani na etapa inicial, recebeu na entrada da área e deu passe açucarado para Bruno Nazário, que dominou e bateu forte, sem chances para o goleiro Luiz.

No segundo tempo pouca coisa mudou. Apesar de estar em vantagem, o Guarani não se acomodou e quase ampliou aos dois minutos, quando Bruno Nazário dominou e bateu firme, novamente vencendo Luiz, no entanto, o árbitro da partida já havia marcado posição irregular do meia bugrino erroneamente, frustrando os torcedores no Brinco de Ouro.

O Criciúma respondeu aos 17 minutos com Nicolas. Após cruzamento da direita, a defesa do Guarani se atrapalhou e, ao tentar afastar o perigo, jogou nos pés do atacante do Tigre, que bateu cruzado, tirando tinta da trave esquerda de Bruno Brígido.

A partir daí os visitantes se empolgaram e tomaram conta do jogo, se expondo mais e, consequentemente, abrindo espaço para contra-ataques. O Guarani, no entanto, se manteve organizado em campo e não deu muitas brechas ao rival, aguentando firme a pressão para sair de campo com os três valiosos pontos.

FICHA TÉCNICA
GUARANI 1 X 0 CRICIÚMA

Local: Estádio Brinco de Ouro, Campinas (SP)
Data: Terça-feira, 8 de maio de 2018
Horário: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Mayron Frederico dos Reis Novais (MA)
Assistentes: Antonio Adriano de Oliveira (MA) e Carlos André Pereira Sousa (MA)
Público: 2511 pessoas
Renda: R$ 30.125,00

Cartões amarelos: Phillipe Maia (Guarani); Fábio Ferreira, Lucas Coelho, Eduardo, Andrew e Elvis (Criciúma)
Gols: Bruno Nazário, aos 41 minutos do 1ºT (Guarani)

GUARANI: Bruno Brígido; Lenon, Philipe Maia, Edson Silva e Marcílio; Baraka, Ricardinho, Rondinelly (Denner), Bruno Nazário (Guilherme) e Rafael Longuine (Erik); Anselmo Ramon
Técnico: Umberto Louzer

CRICIÚMA: Luiz; Sueliton (Kalil), Sandro, Fábio Ferreira e Enzo; Liel, Eduardo e Elvis, João Paulo, Lucas Coelho (Nicolas) e Mailson (Andrew)
Técnico: Argel Fucks