Figueirense impõe segunda derrota ao Goiás e figura entre os líderes

São Paulo , SP
21/04/2018 18:30:00 — 21/04/2018 18:32:51

Em: Brasileiro Série B, Figueirense, Futebol, Goiás

Animado por ter superado o Avaí na quarta fase da Copa do Brasil, o Goiás caiu diante de outra equipe catarinense na tarde deste sábado, pela Série B do Campeonato Brasileiro. O Figueirense não deu importância ao fato de atuar fora de casa, no Serra Dourada, venceu por 2 a 0 e ficou entre os clubes que ocupam a ponta da tabela de classificação da segunda divisão nacional.

Como derrotou o Juventude na primeira rodada, o Figueirense alcançou os 6 pontos ganhos, com 100% de aproveitamento. O Goiás já havia perdido para o CSA na estreia e ainda não pontuou.

A expectativa dos donos da casa era de que, mesmo com desfalques, os primeiros pontos viessem neste fim de semana, aproveitando o bom momento vivenciado na Copa do Brasil. Logo no princípio da partida, no entanto, o Goiás se retraiu e cedeu espaços ao Figueirense.

Os visitantes aproveitaram. Aos 18 minutos, em uma falha bizarra da defesa do Goiás, o Figueirense abriu o placar. Marcelo Rangel deu passe lateral para Eduardo Brock na cobrança de um tiro de meta, e o zagueiro devolveu com muita força. A bola sobrou para o veterano Jorge Henrique empurrar para dentro.

Pouco depois, com novo vacilo de saída de jogo do Goiás, Jorge Henrique acionou Lazaroni, que cruzou da esquerda. Livre de marcação na pequena área, Henan furou a bola e desperdiçou grande oportunidade de ampliar.

Seja como for, o Figueirense ficou empolgado no Serra Dourada. “Estou correndo como um garoto”, sorriu Jorge Henrique, que completará 36 anos na segunda-feira. Já Brock, o autor da assistência para o ex-corintiano, lamentou: “A culpa é minha. Tenho que assumir. O time não está em seu nível hoje”.

De fato, o Goiás jogava mal, apesar de ter criado uma boa para empatar o jogo aos 27 minutos. Alex Silva levantou a bola na área da direita para a cabeçada de Michael, que avançava em velocidade em direção à meta. Ele errou o alvo, mas enganou alguns torcedores, que gritaram “gol”.

O público da casa sofreu novo baque já no princípio do segundo tempo. Aos três minutos, Madison saltou para tentar fazer o corte em escanteio cobrado por Jorge Henrique e anotou o gol contra.

O Goiás ainda tentou reagir com as entradas de Jacó, Rafinha e Thalles, mas não produziu o suficiente nem sequer para descontar. Tranquilo, o Figueirense controlou a partida e assegurou mais um resultado positivo na Série B.

Na próxima rodada, o time catarinense jogará já na sexta-feira, contra o Boa Esporte, no Orlando Scarpelli. O Goiás irá a campo no sábado, buscando a reabilitação diante do São Bento, fora de casa.

FICHA TÉCNICA
GOIÁS 0 X 2 FIGUEIRENSE

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: 21 de abril de 2018, sábado
Horário: 16h30 (de Brasília)
Árbitro: Dyorgines José Padovani de Andrade (ES)
Assistentes: Fabiano da Silva Ramires (ES) e Vanderson Antônio Zanotti (ES)
Cartões amarelos: Alex Silva (Goiás); Guilherme Lazaroni, Zé Antônio e Betinho (Figueirense)
Gols: FIGUEIRENSE: Jorge Henrique, aos 18 minutos do primeiro tempo, e Madison (contra), aos 3 minutos do segundo tempo

GOIÁS: Marcelo Rangel; Alex Silva, David Duarte, Eduardo Brock e Breno; Madison (Thalles), Pedro Bambu e Tiago Luís (Rafinha); Carlos Eduardo, Lucão (Jacó) e Michael
Técnico: Hélio dos Anjos

FIGUEIRENSE: Denis; Diego Renan, Nogueira, Eduardo Bauermann e Guilherme Lazaroni; Betinho, Zé Antônio, Renan Mota (Felipe Amorim), Gustavo Ferrareis (Maikon Leite) e Jorge Henrique; Henan (Daniel Costa)
Técnico: Milton Cruz