Com um a mais, Náutico vence o CRB e se aproxima de deixar o Z4 da Série B

São Paulo, SP

10/08/22 | 20:58

Pela 23ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, o Náutico recebeu o CRB na noite desta quarta-feira, no Estádio dos Aflitos, em Recife (PE), e venceu por 2 a 1. Maurício e Jobson marcaram para os donos da casa, enquanto Gabriel Conceição diminuiu.


Assim, com o resultado, o Timbu sai da lanterna da competição. No entanto, sobe apenas para a 18ª posição, com 21 pontos ganhos. Além disso, quebra uma sequência de seis partidas sem vencer, diminuindo a distância para o Operário - primeiro time fora do Z4. Por outro lado, o CRB cai para a 12ª colocação, com 29 pontos. Ademais, chega ao terceiro jogo seguido sem vitória na Série B.

Pela próxima rodada, portanto, o Náutico visita o lanterna Guarani, às 18h30 (de Brasília) de sábado, em confronto direto na briga contra o rebaixamento, em Campinas. No mesmo dia, um pouco mais tarde, o CRB recebe o Grêmio, em Maceió, a partir das 20h30.

O duelo entre Náutico e CRB

Após um começo de jogo aberto e com chances para os dois lados, mas sem grande perigo, o Náutico tirou o zero do marcador aos 37 minutos do primeiro tempo. Na cobrança de escanteio, a defesa do CRB não afastou e a bola ficou viva na área. O zagueiro Maurício então encheu o pé e acertou o ângulo esquerdo de Diogo Silva para abrir o placar.

Quatro minutos depois, ainda antes do fim da primeira parte, o Timbu aumentou a vantagem. Em boa jogada, Jobson tabelou com Richard Franco e, livre de marcação, empurrou para o fundo das redes, fazendo o 2 a 0 nos Aflitos.

Na volta do intervalo, o CRB mudou a postura e entrou em campo buscando o empate. Aos 14 minutos da etapa final, então, conseguiu diminuir com Gabriel Conceição. Anselmo Ramon deu uma casquinha na bola, o camisa 20 aproveitou a indecisão da defesa do Náutico, adiantou de cabeça e tocou na saída do goleiro Diogo Silva.

A reação dos alagoanos, no entanto, dificultou muito aos 23 minutos do segundo tempo. Anselmo Ramon deixou o braço no rosto do zagueiro Wellington e levou cartão vermelho direto. Assim, deixou os visitantes com dez em campo.

Por fim, antes do apito final, o Náutico teve a chance de fazer o terceiro e matar a partida. Aos 43 minutos, Wellington Carvalho falhou, Jonathas ficou com a bola, se livrou do zagueiro do CRB e chutou prensado. Entretanto, Iago Mendonça salvou em cima da linha.

Deixe seu comentário