Brasileiro Série B

Estádio Alfredo Jaconi | 21/07/2018

Futebol/Série B

Com gol no fim, Juventude bate o CRB e volta a vencer após cinco jogos

São Paulo , SP
21/07/2018 18:21:45 — 21/07/2018 18:23:55

Em: Brasileiro Série B, CRB, Futebol, Juventude

Precisando da vitória para encerrar sequência negativa, o Juventude recebeu o CRB em confronto direto pela 16ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro e conseguiu um único gol no fim do segundo tempo para garantir os três pontos no Alfredo Jaconi.

Com o resultado, o time gaúcho volta a vencer após cinco rodadas e chega a 21 pontos, assumindo a 12ª colocação e sem poder ser ultrapassado nesta rodada. O CRB, por sua vez, perde a oportunidade de engrenar três vitórias consecutivas e fica com 18, perdendo a posição justamente para o adversário deste sábado.

Todos os jogos da rodada seguinte acontecem na próxima terça-feira. Às 20h30 (de Brasília), o Juventude vai a Campinas encarar a Ponte Preta no Moisés Lucarelli. No mesmo horário, o CRB volta para casa e recebe o Criciúma no Rei Pelé.

Juventude reencontra caminho da vitória após cinco jogos (Foto: Arthur Dallegrave/E.C.Juventude)

O jogo

A partida começou logo com uma boa chegada do CRB. Com dois minutos de bola rolando, Diogo Mateus cruzou da direita e Diego Rosa cabeceou sozinho, mas a bola foi por cima do gol. O jogo seguiu pegado, com faltas duras até que o Juventude conseguiu chegar pela primeira vez.

Aos 11 minutos, Denner tabelou com Pará na esquerda e chutou cruzado, porém a bola desviou na zaga e acabou saindo pela linha de fundo. Cinco minutos, mais uma boa chance para o time da casa. O árbitro viu toque de mão de Everton Sena e marcou a falta quase na linha da grande área. Fred cobrou com força no canto esquerdo, mas parou na defesa de João Carlos, que espalmou e mandou para escanteio.

O CRB apostava no jogo aéreo e teve boa oportunidade com 24 minutos de jogo. Em mais um cruzamento na área, Diego Rosa escorou de cabeça e Lucas finalizou, mas Fred salvou em cima da linha.

O jogo era lá e cá, com chances para ambos os lados. O Juventude errava mais e apresentava mais espaços na marcação, o que favorecia o CRB, que, quando chegava, levava mais perigo. A rede, porém, não balançou e o placar foi para o intervalo sem ser inaugurado.

O Juventude voltou para a segunda etapa pressionando e apertando o CRB, que apostava no contra-ataque. Aos oito minutos, boa chance para os anfitriões, após cobrança de escanteio de Pará. Fred cabeceou no cantinho e João Carlos fez bela defesa.

Aos 13 minutos, notícia ruim para os visitantes. Everton Sena, que vinha bem jogo, fez falta em Leandro Lima durante contra-ataque e recebeu o segundo amarelo, indo para o vestiário mais cedo.

Com 19 jogados, a rede balançou. Porém, não valeu. Após receber de Felipe Mattioni ao invadir a área, Guilherme Queiroz chutou e fez o gol, mas o assistente assinalou posição de impedimento.

A sequência do confronto ficou morna, sem oportunidades de perigo para nenhum dos lados. Quando o empate parecia encaminhado, Fred apareceu para salvar o Juventude. Aos 38 minutos, em cobrança de falta, Fred acertou o ângulo direito de João Marcos, que nada pôde fazer: 1 a 0.

Já nos acréscimos, aos 47, mais uma chance para o time da casa. No contra-ataque, Ricardo Jesus recebeu em profundidade e soltou uma bomba, parando em mais uma ótima defesa de João Carlos.

FICHA TÉCNICA
JUVENTUDE 1 x 0 CRB

Local: Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS)
Data: 21 de julho de 2018, sábado
Horário: 16h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Assistentes: Cristhian Passos Sorence (GO) e Tiago Gomes da Silva (GO)
Cartões amarelos:
 Denner (Juventude) Everton Sena, Dioga Mateus (CRB)  Gleidson, Cléber Gaúcho, Ângelo (Criciúma)
Cartão vermelho: Everton Sena (CRB)
Gols: 
JUVENTUDE: Fred, aos 38 minutos do segundo tempo

JUVENTUDE: Matheus Cavichioli; Felipe Mattioni, Fred, Rafael Bonfim e Pará; Matheus Bertorro (Elias), Jair, Denner (Ricardo Jesus), Tony e Leandro Lima (Bruno Ribeiro); Guilherme Queiroz
Técnico: Julinho Camargo

CRB: João Carlos; Diogo Mateus, Everton Sena (Felipe Menezes), Anderson Conceição e Rafael Carioca; Claudinei, Lucas, Diego Rosa e Leilson; Mazola (Bruno Paulo) e Neto Baiano (Flávio Boaventura)
Técnico: Doriva