Brasileiro Série B

Atlético-GO sofre, mas bate o Guarani pela Série B

São Paulo , SP
24/04/2018 21:06:51

Em: Atlético-GO, Brasileiro Série B, Futebol, Guarani

Nesta terça-feira, abrindo a terceira rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, Atlético-GO e Guarani se enfrentaram no Estádio Olímpico, em Goiânia. Melhor para o Dragão, que venceu por 3 a 2, com dois gols de João Paulo e Fernandes. Em contrapartida, Bruno Nazário e Anselmo Ramon anotaram os tentos do Bugre na partida.

Após um bom começo, o time campineiro foi envolvido no primeiro tempo, até sofrer 2 a 0. Na etapa complementar, a história se repetia, a equipe sofreu o terceiro gol. Porém, conseguiu voltar ao jogo, com dois gols rápidos, com falhas individuais do goleiro Klever. Até a reta final, os comandados de Umberto Louzer voltaram a ser dominados e perderam.

Com o resultado, o Atlético assume provisoriamente a quinta colocação, com seis pontos ganhos. O Guarani está em oitavo, com a mesma pontuação, mas, deve ver a posição ser tomada ao longo da rodada.

As equipes só voltam a campo no próximo sábado. O Dragão pega o CRB, fora de casa, em Alagoas. Já o Bugre terá pela frente o esperado Derby Campineiro diante da Ponte Preta às 19h00 (horário de Brasília), no Estádio Brinco de Ouro da Princesa.

Atlético-GO venceu bem o Guarani pela Série B (Foto: Twitter Oficial/Atlético Clube Goianiense)

O jogo – Mesmo jogando fora de casa, o Guarani partiu para cima nos minutos iniciais. Logo aos dois minutos, Caíque chegou pela direita, mas parou em Klever. Na sequência, Rondinelly recebeu bom passe, arriscou de fora da área, buscando o ângulo, porém, a bola foi pela linha de fundo.

A pressão seguia forte, Ricardinho cobrou falta, e novamente Klever apareceu para salvar o Atlético-GO, que não via a cor da bola nos minutos iniciais.

Depois de um início promissor, a equipe de Campinas diminuiu o ritmo, viu aos poucos, o Dragão gostar do jogo e abrir o placar aos 23 minutos. Após cobrança de escanteio, a bola sobrou limpa para João Paulo, que encheu o pé e fez 1 a 0 em Goiânia.

Apesar de não começar bem, os mandantes foram crescendo aos poucos no confronto, enquanto que o Bugre não conseguia repetir o bom início, e criava poucas chances.Assim, a partida se arrastava durante a primeira etapa, com a equipe da casa recuando e apostando nos contra-ataques.

Os comandados de Umberto Louzer, Bruno Nazário bateu de perna esquerda, Klever interveio com boa defesa. Entretanto, o time de Campinas sofreu o segundo gol, Fernandes apareceu como elemento surpresa, e tocou na saída do goleiro para marcar: 2 a 0 e final dos primeiros 45 minutos.

Na volta para o segundo tempo, o Guarani tentou descontar com Rondinelly cobrando falta, mas a bola não passou da barreira, na sobra, Klever saiu bem, e evitou o gol.

Buscando mudar o panorama da partida, o técnico Umberto Louzer colocou Anselmo Ramon e Guilherme, mas não adiantou muito, pois logo depois, veio o terceiro gol do Atlético. Titofoi finalizar, e acabou errando o chute. No rebote, João Paulo não perdoou e mandou para as redes: 3 a 0.

O gol empolgou os donos da casa, que seguiam criando as principais chances de gol. Entretanto, o Guarani acabou diminuindo. Em cruzamento da direita, Klever, que vinha bem no jogo, falhou, e a redonda rebateu em Bruno Nazário.

Na sequência, mais um do Bugre. Em cobrança de falta na área, Klever, saiu mal, falhou de novo, e Anselmo Ramon, completou como um legítimo centroavante para colocar a equipe de volta na partida. O susto fez com que o Dragão acordasse, e assim, passasse a controlar novamente a partida, Rômulo tentou duas vezes, e o chute passou rente à trave.

Nos minutos finais, o Guarani foi com tudo, tentou pressionar, sofria contra-ataques, mas não conseguiu o empate e saiu derrotado por 3 a 2.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-GO 3 X 2 GUARANI

Local: Estádio Olímpico Pedro Ludovico, Goiânia
Data: 24 de abril de 2018, terça-feira
Horário: 19h15 (horário de Brasília)
Árbitro: Alexandre Vargas Tavares de Jesus, RJ
Assistentes: Luiz Claudio Regazone e Wendel de Paiva Gouveia, ambos do Rio de Janeiro.
Cartões Amarelos: Bruno Santos, Bileu e Alisson (Atlético-GO) e Ricardinho (Guarani)
Cartões Vermelhos
:
Gols:
Atlético-GO: João Paulo aos 23 e aos 13 minutos do segundo tempo; e Fernandes aos 45 minutos do primeiro tempo.
Guarani: Bruno Nazário aos 17  e Anselmo Ramon aos 20 minutos do segundo tempo.

ATLÉTICO-GO: Klever; Alisson, William Alves, Renê e Bruno Santos; Rômulo, Bileu e Fernandes; Júlio César (Christyan), Tito (Joanderson) e João Paulo.
Técnico: Cláudio Tencatti

GUARANI: Bruno Brígido; Lenon, Phillipe Maia, Anderson Jesus e Marcílio; Baraka, Ricardinho (Guilherme), Denner, Bruno Nazário e Rondinelly (Serafim); Caíque (Anselmo Ramon).
Técnico: Umberto Louzer