Vasco vence o Botafogo e se afasta da zona de rebaixamento do Brasileirão

Gazeta Press - São Paulo,SP

10-01-2021 22:30:10

O Vasco deu um passo importante na luta contra o rebaixamento e deixou o Botafogo cada vez mais perto da Série B. Neste domingo, em São Januário, o Gigante da Colina venceu o rival por 3 a 0, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro, e abriu três pontos de diferença para o Z-4. O time reage sob o comando de Vanderlei Luxemburgo e ganha fôlego para a reta final da competição.

O Gigante da Colina foi superior no primeiro tempo. O time caiu de rendimento na etapa final, mas deu o bote na hora certa para ampliar o placar e garantir a vitória. Agora, o Vasco está na 15ª colocação, com 32 pontos, três a mais do que o Bahia, primeiro time no Z-4.


A situação do Botafogo é dramática. Barroca mudou muito o time, mas não funcionou. O Fogão melhorou na etapa final, mas de nada adiantou. Na 19ª colocação, com 23 pontos, o Botafogo vê a diferença para sair do Z-4 subir para nove pontos. O Fortaleza, primeiro time fora da zona da degola, tem 32 pontos.

O Vasco tem mais um rival direto pela frente na próxima rodada do Campeonato Brasileiro. O Gigante da Colina recebe o Coritiba, sábado, às 21h, em São Januário. Já o Botafogo volta a campo no domingo, quando enfrenta o Santos, às 16h, na Vila Belmiro.

O JOGO

Sem Léo Matos, suspenso, Luxemburgo optou por Cayo Tenório na lateral direita do Vasco. Já Barroca fez muitas mudanças no Botafogo e apostou em Sousa, Romildo, Kelvin, Rhuan e Warley. Ele não teve Marcelo Benevenuto e Caio Alexandre, suspensos, e sacou Cícero, Bruno Nazário e Kalou.

Barroca armou ofensivamente o Botafogo com Kelvin na direita, Warley na esquerda e Rhuan mais centralizado. Não funcionou. O Fogão não conseguiu criar e nem tampouco explorar a velocidade dos pontas. No primeiro tempo, o time se resumiu a cruzamentos, sem perigo.

Já o Vasco conseguiu ser mais incisivo no ataque. Cano assustou logo aos seis minutos, em chute de fora da área que foi para fora, com perigo. As duas equipes encontravam dificuldades para criar. O Vasco aparecia mais no ataque e conseguiu abrir o placar. Henrique pegou sobra e cruzou, Sousa não subiu e Talles Magno cabeceou no canto: 1 a 0, aos 21 minutos do primeiro tempo.

O Botafogo sentiu e quase levou o segundo. Cano furou após cruzamento da direita, mas a bola ficou com Talles Magno. Ele bateu cruzado, Cavalieri não conseguiu cortar e a bola sobrou para Cano. Ele, porém, não pegou em cheio e viu Sousa salvar em cima da linha. Depois, Kanu, ao tentar cortar cruzamento, quase fez contra.

Talles Magno fez fila pela esquerda e chutou colocado, mas Cavalieri defendeu em dois tempos. Na melhor chance do Botafogo, Romildo, que fez sua estreia, recebeu na entrada da área e chutou para fora, com perigo. O Fogão até havia acertado o travessão anteriormente, mas houve falta antes.

Segundo tempo

Insatisfeito com desempenho do time, Barroca fez logo duas mudanças no intervalo. Ele colocou Kalou e Bruno Nazário e sacou Warley e Rhuan. Aos oito minutos, tirou Romildo e colocou Cícero. Ou seja, desfez o que armou para o jogo e não funcionou. O Botafogo melhorou, mas encontrava dificuldade para criar.

Luxa fez a primeira mudança e colocou Andrey no lugar de Juninho. Barroca trocou Kelvin por Lecaros. Kalou quase empatou, mas viu Fernando Miguel crescer e bloquear a finalização. Na cobrança de escanteio, Kalou ficou com a sobra e bateu. Henrique, em cima da linha, salvou o Vasco. O Fogão chegou a empatar com Cícero, após cobrança de falta, mas o gol foi corretamente anulado por impedimento.

Com a queda de desempenho do Vasco, Luxa fez mais duas mudanças. Ele colocou Jadson e Caio Lopes, campeão sub-20 com o time. Saíram Cayo Tenório e Leonardo Gil. O Gigante da Colina respondeu com Andrey, que bateu com força e obrigou Cavalieri salvar. Na segunda finalização, ele não deu chances ao goleiro do Botafogo. Andrey recebeu de Cano e bateu no canto: 2 a 0.

Pedro Raul ainda desperdiçou uma oportunidade para diminuir. E Cavalieri salvou finalização de Cano. E deu tempo de o Vasco ampliar. Pikachu foi derrubado na área. Pênalti. O próprio Pikachu cobrou e marcou. O Botafogo amargou mais uma derrota e vê o drama aumentar.

FICHA TÉCNICA
VASCO 3X0 BOTAFOGO

Local: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Data: Domingo, 10/01/2021
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Alex Ang Ribeiro (SP)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira de Amaral (SP)
Cartões amarelos: Pikachu (Vasco)

Gols: 
Vasco: Talles Magno, aos 21' do 1ºT, Andrey, aos 31' do 2ºT, e Pikachu, aos 50' do 2ºT

VASCO: Fernando Miguel; Cayo Tenório (Jadson), Werley, Leandro Castán e Henrique; Bruno Gomes (Marcos Júnior), Leonardo Gil (Caio Lopes), Juninho (Andrey) e Yago Pikachu; Talles Magno (Gabriel Pec) e Cano.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

BOTAFOGO: Diego Cavalieri; Kevin (Barrandeguy), Sousa, Kanu e Victor Luís; Zé Welinson, Romildo (Cícero) e Kelvin (Lecaros); Warley (Bruno Nazário), Rhuan (Kalou) e Pedro Raul;
Técnico: Eduardo Barroca.

Deixe seu comentário