Gazeta Esportiva

São Paulo joga mal, mas arranca empate com Cuiabá na Arena Pantanal

São Paulo, SP

04/09/22 | 20:59 - 04/09/22 | 21:34

O São Paulo empatou em 1 a 1 com a equipe do Cuiabá na noite deste domingo, na Arena Pantanal, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor Paulista arrancou a igualdade "na marra", mesmo com a expulsão do lateral-esquerdo Welington logo no início da segunda etapa.

A equipe do técnico Rogério Ceni não fez um grande jogo, mas foi valente para buscar o empate mesmo em desvantagem numérica, em gol "chorado" do zagueiro Luizão. O gol do Cuiabá foi via penalidade máxima, com Deyverson, ex-Palmeiras.

Com o empate, o São Paulo chegou aos 30 pontos no Brasileirão, na 14ª colocação. O Cuiabá, por sua vez, ficou na 16ª posição, com 26.

O próximo jogo do São Paulo será na quinta-feira, pela volta da semifinal da Copa Sul-Americana, contra o Atlético-GO. Já pelo Brasileirão, a equipe enfrentará o Corinthians, no Morumbi, no próximo final de semana.O Cuiabá, por sua vez, enfrentará o Internacional, sábado, no Beira-Rio.

O jogo

O São Paulo começou a partida com problemas devido à forte marcação do Cuiabá, adiantando as linhas de marcação. E logo aos três minutos de jogo, o Dourado foi premiado com pênalti de Ferraresi em André Luis.

O atacante do Cuiabá disparou em velocidade e sentiu o contato de Ferraresi, caindo antes de buscar a finalização. Na cobrança, Deyverson deslocou Felipe Alves para delírio da torcida local. Esse foi o primeiro tento do jogador ex-Palmeiras com a camisa do Dourado.

Com o gol marcado, o Cuiabá mudou de postura, chamando o São Paulo para o próprio campo. A missão da equipe de Ceni passou a ser ter que furar uma defesa muito bem fechada.

A primeira chegada do São Paulo aconteceu aos 10 minutos, com Giuliano Galoppo. Em cruzamento originado de uma falta lateral, o argentino cabeceou, sozinho, para fora.

O Cuiabá respondeu dois minutos depois. Em contragolpe, Pepê disparou, recebeu passe limpo de André Luis e saiu na cara de Felipe Alves. Sozinho, o meia de 24 anos isolou.


Aos 19 minutos, Marcos Guilherme teve chance para o São Paulo, finalizando da entrada da área. O ponta recebeu passe de Galoppo, mas chutou por cima.

Aos 31, Galoppo finalizou de esquerda, passando perto da meta de João Ricardo, que entrou na vaga de Walter durante a partida. O goleiro ex-Corinthians sentiu um desconforto e foi preservado.

Logo em seguida, o Valdivia teve uma descida perigosa, saindo na cara da meta são-paulina, mas não conseguiu finalizar com perigo.

Segundo tempo

A segunda etapa começou morna na Arena Cuiabá. Rogério Ceni desfez a linha de três na defesa, sacando Ferraresi e Marcos Guilherme para as entradas de Juan e Igor Vinicius, respectivamente.

A estratégia foi prejudicada logo aos 10 minutos, com a expulsão de Welington após receber segundo cartão amarelo. Na primeira etapa, o lateral foi advertido após se desentender com Deyverson. Já no segundo tempo, deu uma entrada forte no atacante André Luis e acabou tendo que ir para o vestiário mais cedo.

Com um a mais, o Cuiabá se soltou. Aos 14 minutos, André Luis recebeu cruzamento na medida e, sozinho, tirou muito da meta do Tricolor Paulista. Logo em seguida, em contragolpe, André novamente quase marcou, dessa vez finalizando para grande defesa de Felipe Alves.

Aos 22, o lateral-direito João Lucas cortou para dentro e finalizou com a esquerda para uma boa encaixada do goleiro são-paulino.

A primeira chegada do São Paulo na segunda etapa aconteceu aos 27 minutos. Alisson recuperou a bola no campo de ataque após falha de Marllon, bateu colocado e João Ricardo fez grande defesa.

No minuto 33, o Cuiabá assustou novamente, dessa vez em finalização de Felipe Marques para defesa segura de Felipe Alves.

Com problemas para arrumar o time, Rogério Ceni optou por chamar Igor Gomes para a vaga de Galoppo. O técnico do São Paulo ouviu gritos de "burro" da arquibancada e o meia foi vaiado.

Logo em seguida, aos 34, o São Paulo conseguiu seu gol de empate. Em jogada levantada na área por Igor Vinicius, em um bate e rebate, a bola acabou desviando nas costas do zagueiro Luizão e morreu no fundo das redes.

O gol deu ânimo para o São Paulo, que trouxe a torcida para o jogo e cresceu na partida mesmo em desvantagem numérica. No minuto 44, o time encaixou um contra-ataque em situação de dois contra um, mas Alisson finalizou para fora.

O Cuiabá ainda esboçou uma pressão final, mas não chegou a levar perigo para Felipe Alves. Mesmo com todas adversidades, o São Paulo deixou a Arena Pantanal com um ponto na mala.

FICHA TÉCNICA
CUIABÁ 1 X 1 SÃO PAULO

Local: Arena Pantanal, em Cuiabá (MT)
Data: 04 de setembro de 2022, domingo
Horário: 19h (de Brasília)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ-Fifa)
Assistentes: Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ-Fifa) e Leila Naiara Moreira da Cruz (DF-Fifa)
VAR: Rodrigo Nunes de Sa (RJ-Fifa)

Cartões amarelos: Ferraresi, Welington (São Paulo); Valdivia, António Oliveira, Deyverson, Alan Empereur (Cuiabá)
Cartão vermelho: Welington

Gols:
Cuiabá
: Deyverson (7 minutos do primeiro tempo)
São Paulo: Luizão (34 minutos dos egundo tempo)

CUIABÁ: Walter (João Carlos); Alan Empereur, Joaquim, Marllon; João Lucas, Marcão Silva, Pepê e Sidcley (Kelvin Osorio); André Luis (Rodriguinho), Valdivia (Felipe Marques) e Deyverson (Alesson).
Técnico: António Oliveira.

SÃO PAULO: Felipe Alves; Rafinha, Ferraresi (Juan), Luizão; Marcos Guilherme (Igor Vinicius), Gabriel Neves, Galoppo (Igor Gomes), Alisson, Welington; Patrick (Beraldo) e Nahuel Bustos (Talles Costa).
Técnico: Rogério Ceni

Deixe seu comentário