Futebol/Campeonato Brasileiro

Na inauguração de estádio, Flamengo estreia Conca e bate Ponte Preta

Gazeta Press - Rio de Janeiro, RJ
14/06/2017 23:02:12 — 14/06/2017 23:05:22

Em: Brasileiro Série A, Flamengo, Ponte Preta
Réver abriu caminho para a vitória (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

O Flamengo acabou com a sequência negativa no Campeonato Brasileiro ao vencer a Ponte Preta por 2 a 0, na noite desta quarta-feira. A partida marcou a estreia da equipe carioca na Ilha do Urubu e também a do meia Dario Conca, que entrou no segundo tempo. Com o resultado, os rubro-negros chegaram a dez pontos na Série A. Já os campineiros permaneceram com a mesma pontuação do rival.

Os donos da casa tiveram o controle da partida durante os 90 minutos. No entanto, o Flamengo só abriu o placar nos acréscimos do primeiro tempo, com Réver. Na etapa final, Leandro Damião fez o segundo para garantir o triunfo rubro-negro.

Na próxima rodada, os flamenguistas terão o clássico contra o Fluminense, no domingo, no Maracanã. Por sua vez, no sábado, a Ponte Preta encara o Santos, no Pacaembu.

O jogo – Empurrado pela torcida, o Flamengo pressionou a Ponte Preta desde os primeiros minutos. No entanto, a primeira boa chance dos rubro-negros só aconteceu aos 11 minutos. Após cruzamento de Vinícius Júnior, Leandro Damião não conseguiu chegar a tempo de finalizar.

O lance empolgou os flamenguistas, que voltaram a assustar aos 14 minutos. Novamente, Vinícius Júnior cruzou para Leandro Damião, que cabeceou mal. A dupla de ataque seguia criando boas chance e, aos 19, Damião conseguiu a finalização, só que parou em grande defesa de Aranha.

A Ponte Preta conseguiu diminuir a pressão dos cariocas e chegou com perigo aos 28 minutos. Após falta cobrada por Renato Cajá, a bola passou por todo mundo e quase foi para a rede.

O Flamengo tinha mais posse de bola, mas parava na boa marcação da Ponte Preta. Somente nos acréscimos, os rubro-negros chegaram com perigo. Depois do bate-rebate na área, Leandro Damião finalizou, mas viu a bola bater na zaga e ir pela linha de fundo. Só que, no lance seguinte, os donos da casa abriram o placar. Após escanteio, Réver cabeceou e deixou a equipe em vantagem na partida.

No segundo tempo, os flamenguistas voltaram melhores, sem dar chance para a Ponte Preta esboçar uma reação. Na primeira oportunidade real, os rubro-negros chegaram ao segundo gol, aos 13 minutos. Vinicius Júnior cruzou pela direita, Leandro Damião se antecipou a Aranha e cabeceou para a rede.

Somente após o revés, a Ponte Preta passou a avançar com mais intensidade. Aos 18 minutos, Renato Cajá cobrou falta de longe e obrigou o goleiro Thiago a fazer grande defesa. Depois, aos 24, foi a vez de Lucca fazer o arqueiro rubro-negro trabalhar e mostrar segurança.

Na parte final, o duelo caiu de ritmo, principalmente porque o Flamengo passou a administrar a vantagem. Para a alegria da torcida, o técnico Zé Ricardo promoveu a estreia do meia Dario Conca, que entrou no lugar de Diego. O argentino quase marcou aos 38 minutos, mas parou na defesa de Aranha. Mesmo sem empolgar, os donos da casa mantiveram o controle da bola até o apito final.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 2 X 0 PONTE PRETA

Local: Estádio Ilha do Urubu, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 14 de junho de 2017 (Quarta-feira)
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (Fifa-MG) e Pablo Almeida da Costa (MG)
Renda: R$ 788.649,20
Público: 13.006 pagantes
Cartões amarelos: Márcio Araújo e Vinícius Júnior (Flamengo); Negueba e Nino Paraíba (Ponte Preta)
Gols: FLAMENGO: Réver, aos 47min do primeiro tempo; Leandro Damião, aos 13min do segundo tempo

FLAMENGO: Thiago, Rodinei, Réver, Rafael Vaz e Renê; Márcio Araújo, Gustavo Cuéllar, Diego (Conca) e Éverton; Vinicius Júnior (Pará) e Leandro Damião (Felipe Vizeu)
Técnico: Zé Ricardo

PONTE PRETA: Aranha, Nino Paraíba, Marllon, Kadu e João Lucas; Naldo, Elton, Léo Artur (Jadson) e Renato Cajá (Claudinho); Negueba (Lins) e Lucca
Técnico: Gilson Kleina