Corinthians ganha mais um candidato à presidência em 2018

Tomás Rosolino - São Paulo , SP
31/10/2017 18:08:32

Em: Brasileiro Série A, Corinthians, Futebol

Em meio à disputa do título do Campeonato Brasileiro, o Corinthians vive uma grande movimentação entre seus associados para a eleição presidencial do clube, marcada para o dia 3 de fevereiro do ano que vem, agora com cinco postulantes. O Movimento Corinthians Grande anunciou nesta terça-feira que o advogado Felipe Ezabella será o seu candidato. Os dois vice-presidentes da chapa serão definidos até meados de novembro.

O nome de Ezabella foi aclamado na noite desta segunda-feira, dia 30 de outubro, durante uma reunião do Movimento na sede da BDO Brasil, em São Paulo. No encontro, foram apresentados os resultados da consultoria realizada com a Universidade do Futebol, instituição especializada em processos de aprendizagem e disseminação do conhecimento da modalidade.

Com 39 anos, Ezabella, que é advogado, se junta a Romeu Tuma Júnior, Antonio Roque Citadini e Osmar Stábile, outros que já confirmaram sua presença na eleição. O nome mais forte, porém, é o de Andrés Sanchez, representante da situação, que deve confirmar ainda neste mês seu nome entre os elegíveis.

No clube, a expectativa é que haja uma polarização entre Citadini e Andrés, dois dos dirigentes mais representativos do clube neste século, com clara vantagem para o ex-presidente e agora deputado federal pelo Estado de São Paulo.