Brasileiro Série A

Pacaembu | 12/5/2019 - 16:0

Com Sidão como mãe, Santos vence o Vasco com facilidade no Pacaembu

Lucas Musetti Perazolli - São Paulo , SP
12/05/2019 17:57:37 — 12/05/2019 18:04:36

Em: Brasileiro Série A, Escolha do editor, Futebol, Notícias, Santos, Vasco

O Santos venceu o Vasco por 3 a 0 na tarde deste domingo de Dia das Mães no Pacaembu, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols foram marcados por Diego Pituca, Rodrygo e Soteldo.

Sidão foi “uma mãe” para o Peixe. O goleiro falhou nos dois primeiros gols e teve o nome gritado pelo torcedor alvinegro, em tom irônico, ao longo de todo o jogo.

O Santos não parou de atacar, fez três e poderia ter feito vários mais. O Vasco até assustou e obrigou Vanderlei a fazer algumas defesas, mas nunca esteve perto do empate.

Com a vitória, o Peixe pulou para a segunda colocação, com 10 pontos, atrás do Palmeiras pelos critérios de desempate. O Vasco segue na lanterna, com um ponto. Na próxima rodada, o Alvinegro enfrentará o Verdão, sábado, no Allianz Parque. Antes, medirá forças com o Atlético-MG, quarta-feira, em Belo Horizonte, pela ida das oitavas de final da Copa do Brasil. O Cruzmaltino receberá o Avaí, domingo, em São Januário.

O JOGO

O Santos dominou o Vasco desde o primeiro minuto. Com linhas altas e oito jogadores no campo de ataque, as chance surgiram naturalmente.

Aos 2 minutos, Rodrygo, inspirado, recebeu na esquerda, driblou e cruzou forte. O goleiro Sidão espalmou. No rebote, Jorge chutou para fora.

Aos 12, o Peixe quase abriu o placar. Sánchez rolou para trás e Rodrygo chegou batendo. Pikachu tirou em cima da linha. Seis minutos depois, o Vasco não resistiu à pressão.

Sidão saiu jogando errado, Rodrygo ajeitou e Diego Pituca chutou bonito, no ângulo, para abrir o placar. A partir daí, o goleiro passou a ter o nome gritado pela torcida santista.

No minuto 22, veio a resposta do Cruzmaltino. Pikachu tabelou com Marrony pelo meio e a bola sobrou para Maxi López balançar as redes. Após revisão, o VAR anulou o gol por impedimento do argentino.

A partir daí, só deu Santos. Aos 27, Sidão fez boa defesa em chute de Sánchez. Aos 32, o Alvinegro ampliou. Rossi saiu jogando errado, Jorge tocou para Rodrygo e o camisa 11 driblou dois antes de bater no canto de Sidão.

Ainda deu tempo para Sidão protagonizar dois lances bizarros em sequência. Quando o placar marcava 42, o goleiro se complicou com Bruno Silva e Sánchez quase fez o terceiro. No escanteio, o camisa 44 saiu caçando borboleta e Lucas Veríssimo acertou a trave.

VIROU PASSEIO

Marcos Valadares colocou Andrey e Bruno César no segundo tempo, para as saídas de Luiz Gustavo e Raul. E o Vasco se lançou ao ataque. No segundo minuto da etapa final, Lucas Mineiro quase abriu o placar depois de cobrança de escanteio.

Jorge Sampaoli percebeu o esboço de reação do Vasco e mexeu. Primeiro colocou Alison e tirou Jean Lucas. Depois Jean Mota entrou na vaga de Sasha. O Peixe equilibrou o jogo e quase fez o terceiro, aos 19.

Rodrygo tocou para Soteldo na marca do pênalti. O venezuelano foi caprichoso, tentou o drible e bateu fraco, para Sidão espalmar. No rebote, Sánchez chutou para fora na pequena área.

Aos 24, nova chance para o Santos. Soteldo recebeu na entrada da área e bateu por cobertura. A bola encobriu Sidão e bateu no travessão antes de sair para a linha de fundo. Na sequência, no minuto 25, Jean Mota cruzou e Sánchez, sozinho, acertou o travessão novamente.

Quando o placar marcava 27, não deu mais para o Vasco aguentar. Rodrygo, de novo ele, tabelou com Jean Mota e rolou para Soteldo deslocar Sidão e matar o jogo.

Aos 29, o Vasco voltou a assustar, mas parou por aí. Andrey finalizou e Vanderlei espalmou. No rebote, sem ângulo, Marrony chutou e o goleiro santista defendeu novamente.

Insaciável, o Alvinegro ficou perto do quarto gol por várias oportunidades. Aos 35, Jean Mota finalizou de fora da área, perto do ângulo. Um minuto depois, Rodrygo chutou colocado e a bola raspou a trave de Sidão. No minuto 42, Jean ficou perto do gol novamente.

Nos instantes finais, sob os gritos de olé da torcida, o Santos administrou a vitória tranquila, que poderia ter sido uma histórica goleada.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 3 X 0 VASCO

Data: 12 de maio de 2019 (domingo)
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior (PR)
Auxiliares: Bruno Boschilia e Rafael Trombeta
VAR: Adriano Milczvkski
Público e renda: 12.952/R$ 343.355,00
Cartões amarelos: SANTOS: Jean Lucas e Alison. VASCO: Rossi, Ricardo Graça e Maxi López
Cartão vermelho: VASCO: Danilo Barcelos

GOLS:
Santos: Diego Pituca e Rodrygo, aos 18 e 32 do 1T; Soteldo, aos 27 do 2T.

SANTOS: Vanderlei, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Jorge; Diego Pituca (Derlis González), Jean Lucas (Alison) e Carlos Sánchez; Rodrygo, Soteldo e Eduardo Sasha (Jean Mota)
Técnico: Jorge Sampaoli

VASCO: Sidão, Yago Pikachu, Luiz Gustavo (Andrey), Ricardo e Danilo Barcelos; Bruno Silva, Raul (Bruno César) e Lucas Mineiro; Marrony, Rossi (Valdívia) e Maxi López
Técnico: Marcos Valadares




  • Jose maria rodrigues

    Toda a torcida do SANTOS feliz porque a LIXOGROBO passou o jogo para todo o País, mas galera a verdade é uma só : A LIXOGROBO passou o jogo por causa do vasquinho. LIXOGROBOCARIOCA -vasquinhocarioca. Toda vez que um timecarioca jogar com algum time de sãopaulo o jogo irá ser transmitido para todo o País e se puder para todos os Planetas do sistema solar 😉

  • LEÃO SOBERANO

    O Sidão não falhou só em dois gols não, ele falhou foi nos três gols; três frangaços. E o SPFC teve dois anos perdidos, insistindo no Sidão como titular.

  • LEÃO SOBERANO

    A Globo zuou com a cara do Sidão dando a ele o troféu “craque do jogo”. Bem que o narrador achou estranho mas teve que se curvar para a vontade popular. Nem sempre a voz do povo é a voz de Deus. O povo em si é bwrro e é ign0rante.

Escalação
Santos

Vanderlei


Victor Ferraz


Lucas Verissimo


Gustavo Henrique


Jorge


Jean Lucas


Diego Pituca


Carlos Sánchez


Yeferson Soteldo


Rodrygo


Eduardo Sasha


Alison


Jean Mota


Derlis González


Tec - Jorge Sampaoli
Vasco

Sidão


Luiz Gustavo


Ricardo


Danilo Barcelos


Raul Gonçalves


Lucas Mineiro


Bruno Silva


Yago Pikachu


Marrony Liberato


Rossi


Maxi López


Andrey


Bruno César


Valdívia


Marcos Valadares - Tec

Posse de bola

68%
32%
Corinthians
Santos
999
Corinthians

Passe

999
Santos
999
Corinthians

Finalização

999
Santos
999
Corinthians

Cruzamento

999
Santos
999
Corinthians

Desarme

999
Santos

Faltas

24
COR
×
15
SAN

Impedimentos

24
COR
×
15
SAN

Cartões amarelos

24
COR
×
15
SAN

Cartões vermelhos

24
COR
×
15
SAN

Estatísticas de jogadores

Corinthians

LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner

Santos

LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
Estatísticas de jogadores