Santos apresenta projeto para pegar espaço da União e construir Arena

São Paulo, SP

16-02-2017 18:30:38

O Santos ainda mantém vivo o sonho de construir sua Arena na cidade. Após ver a Portuguesa Santista recusar uma possível parceria com o alvinegro, o presidente Modesto Roma Júnior viajou até Brasília e esteve na sede da Secretaria do Patrimônio da União, nesta quinta-feira, para buscar alternativas e viabilizar a construção do novo estádio. Com capacidade para 30 mil lugares, o complexo seria erguido em área hoje ocupada por outro clube, a Associação Atlética dos Portuários, no bairro do Marapé, de propriedade da União.

O novo projeto, em parceria com o Portuários, prevê um estádio moderno, com arquibancadas, cadeiras cativas, e 62 camarotes, além de áreas sociais e de lazer (quadras e piscinas) para associados dos dois clubes, em espaços distintos. Ao todo, o complexo está projetado para ocupar área de 67 mil metros quadrados.

De acordo com o secretário de Patrimônio da União, Sidrack de Oliveira Correia Neto, a nova Arena é viável, porém, precisa atender aos preceitos legais condizentes à gestão dos imóveis da União. Um dos pontos que precisa ser estudado é a forma de concessão. Para tanto, pode ser exigida a realização de processo licitatório.

Permuta
Uma das opções disponibilizadas pelo Santos e pelo Portuários é oferecer em permuta pela área da SPU uma outra local, próximo ao Condomínio Jardim Acapulco, em Guarujá, onde o Governo Federal poderia construir 2.400 moradias pelo programa Minha Casa Minha Vida.

"Vamos construir um espaço dos mais modernos, com ampla capacidade para shows de grande vulto e estrutura de lazer nova e completa para os usuários, com lounges e restaurantes. Tudo isso sem abdicar da Vila Belmiro, que seria adaptada para também atender os associados com ampla área social", destacou o mandatário santista

O próximo passo será levar o projeto para apreciação do Ministério das Cidades, em agenda que está sendo solicitada pelo deputado federal Marcelo Squassoni.

Deixe seu comentário