Patriots vencem Rams no Super Bowl 53 e Brady faz história mais uma vez

São Paulo, SP

04-02-2019 08:51:55


Reeditando a final de 17 anos atrás (e repetindo a história), o New England Patriots venceu o Los Angeles Rams por 13 a 3 e conquistou o Super Bowl 53, fazendo do quarterback Tom Brady o jogador com mais conquistas na NFL. Ele é o único a ter conquistado seis troféus Vince Lombardi, em nove finais, enquanto os Pats empataram com os Pittsburgh Steelers com seis vitórias no Super Bowl.

Apesar de o jogo não ter sido emocionante no quesito pontuação, os mais de 70 mil torcedores presentes na Mercedes-Benz Stadium, em Atlanta, no último domingo viram os Pats vencerem seu sexto título, todos com Brady e Bill Belichick, treinador principal da equipe. Os destaques da noite ficaram por conta das defesas de ambos os times bem-posicionadas, e para Julian Edelman, eleito MVP. Ele não fez nenhum touchdown, mas recebeu 141 jardas de passe.

O fato de a defesa ter se destacado mais que o ataque se refletiu no placar: a menor pontuação de todos os tempos, superando até mesmo o 14 a 7 conquistado pelo Miami Dolphins em cima do Washington Redskins, em 1973. Além disso, só no primeiro tempo tivemos uma interceptação de Brady, um field goal de 45 jardas desperdiçado e um Jared Goff pouco inspirado, impedindo ataques dos Rams, um dos mais potentes da temporada.

O show do intervalo, comandado pela banda californiana Maroon 5 e com as presenças dos rappers Travis Scott e Big Boi, não empolgou, considerando outros espetáculos dos últimos tempos, mas parece ter dado gás para os Patriots, que conseguiram desenrolar seu ataque e fazer o único touchdown da partida.

O jogo

O New England Patriots começou no ataque, tendo conseguido ultrapassar o meio de campo da primeira campanha, mas Tom Brady acabou interceptado e Cory Littleto ficou com a bola. Com a bola, o Los Angeles Rams tentou o ataque, mas, como em todo o jogo posteriormente, desperdiçou a chance de marcar, parando numa forte defesa adversária. Os Rams também estavam fortes defensivamente e Stephen Gostkowski entrou para tentar um field goal de 45 jardas. Para a surpresa de todos, o kicker errou e o placar permaneceu 0 a 0.

Com o domínio das defesas, os ataques ficaram apagados. Tanto Brady quanto Goff não se encontravam e, assim, na primeira campanha do segundo período, Gostkowski voltou e acertou o chute (quase foi para fora novamente), abrindo a vantagem de 3 a 0 para os Patriots. O destaque do primeiro tempo ficou por conta de Julian Edelman, que não marcou nenhum touchdown, mas 93 jardas e sete de oito recepções tentadas.

No início do terceiro período, Rams com a bola e uma certa melhora no ataque. No primeiro tempo, Gurley tinha corrido apenas 10 jardas, mas já na primeira campanha conquistou 16 jardas pelo chão em uma só jogada. Goff também encontrou algumas brechas na defesa e conseguia realizar lançamentos, como um para Cooks, que iria marcar o primeiro touchdown do jogo, não fosse o toque Jason McCouty de última hora.

Em uma terceira descida para sete jardas, Goff mais uma vez não se deu bem e a defesa dos Patriots fez a lição de casa. Nesse momento, Greg Zuerlein empatou o jogo em 3 a 3 após field gol de 53 jardas e, com esse placar, as equipes entraram para a história do Super Bowl: nunca antes na história um jogo havia chegado ao último quarto sem um touchdown.

Para alguns, uma partida sem emoção. Para outros, um show das defesas. Agora, porém, era tudo ou nada (ou a prorrogação...). Então, Tom Brady mostrou por que é um dos melhores de todos os tempos e chamou a responsabilidade para si. Ele lançou um passe preciso de 29 jardas para Gronkowski, a apenas dois passos da endzone. Na subida seguinte, Sony Michel mal teve trabalho para, enfim, marcar o primeiro TD do jogo, marcando 10 a 3 no placar.

Ainda restavam sete minutos no relógio, mas ao contrário dos Pats, os Rams não conseguiram atacar. Stephon Gilmore interceptou Goff na linha de quatro jardas, quando estavam bem perto do empate, e Brady mostrou calma e experiência para administrar o tempo da partida. Depois, com os avanços de Michel e Burkhead, Gostkowski fez 13 z 3, sacramentando a vitória do New England Patriots no Super Bowl 53, em Atlanta. Ainda houve um field goal para o Los Angeles, desperdiçado.

Deixe seu comentário