Modesto estranha convocação e crê que Dorival 'não precisa provar nada'

Do correspondente Vitor Anjos - Santos,SP

14-01-2017 13:57:34

A reunião do Conselho Deliberativo do Santos, na próxima quinta-feira, na Vila Belmiro, terá uma presença inusitada. Após retornar ao trabalho no CT Rei Pelé, o técnico Dorival Júnior foi convocado para participar do encontro. O presidente Modesto Roma Júnior, por sua vez, não chegou a ficar irritado, mas demonstrou estranheza com o convite ao treinador.

Segundo o mandatário, o órgão pode convocar qualquer funcionário do clube, porém, acredita que Dorival não precisa provar nada aos conselheiros do Peixe.

"Acho que é uma situação que não é usual. Isso depende do presidente do Conselho. Ele tem toda a possibilidade de convidar quem quiser. Quando me convida, eu vou. Com prazer. O café de lá é bom. Para mim, não precisa (provar algo)", disse Modesto.

A ideia do Conselho é que o comandante explique como foi feito o planejamento para a temporada e qual será o trabalho desenvolvido por ele durante o ano. Dorival, por sua vez, não relutou em aceitar o convite. Na reunião, além de falar sobre as metas para 2017, o treinador tentará explanar as dificuldades enfrentadas quando assumiu a equipe, em julho de 2015, e mostrar o progresso que o clube teve desde então.

“Foi um convite. Foi passado isso ao presidente e eu aguardo ainda. Fico à disposição. Vou tentar colocar o que se passou desde que chegamos aqui e os objetivos para os próximos 12 meses”, afirmou Dorival.

Além da conversa com o treinador, a pauta da reunião do Conselho inclui ainda apresentação do relatório contábil administrativo do terceiro trimestre de 2016, discussão de interesses do clube com o Comitê de Gestão, e a votação de proposta para homenagear o narrador esportivo Deva Pascovicci, uma das 71 vítimas do avião da Chapecoense.

Deixe seu comentário