Hugo Calderano assina por uma temporada com clube tetracampeão da T-League

São Paulo, SP

08/07/22 | 16:27

Nesta sexta-feira, Hugo Calderano, quarto colocado do ranking mundial de tênis de mesa, assinou por uma temporada com o Kinoshita Meister Tokyo, da T-League, tetracampeão da competição. O carioca de 26 anos é o primeiro brasileiro a competir pela liga japonesa, fundada em 2007. Desde sua criação, foram disputadas cinco edições.

“Estou muito feliz de confirmar a minha ida para o Kinoshita Meister para participar da Liga Japonesa na próxima temporada. A T-League é uma das ligas mais fortes do mundo, com um nível de profissionalismo muito alto e torcedores apaixonados”, disse Calderano.

Além de Hugo, o Kinoshita pode inscrever até outros 11 atletas na T-League. Entre os principais nomes já confirmados pela equipe estão os três japoneses Hiroto Shinozuka (59º colocado do ranking), Mizuki Oikawa (104º) e Yuya Oshima. O time conta também com uma das principais promessas da modalidade no país, Sora Matsushima, atual líder do ranking mundial sub-15.

O brasileiro Hugo Calderano será o primeiro brasileiro a competir pela liga japonesa. (Foto: Divulgação/WTT)

As outras três equipes da T-League contam com a nova geração japonesa, puxada por Tomokazu Harimoto (7º), Yukiya Uda (26º) e Yuto Kizukuri (68º), e com atletas já experientes, como Koki Niwa (62º), Masataka Morizono (85º) e Kenta Matsudaira, entre outros. Além deles, o inglês Liam Pitchford (18º) também está confirmado na liga.

A estreia de Hugo pelo Kinoshita está prevista para setembro, quando começa a nova temporada da T-League. Antes disso, ele disputará dois eventos internacionais no mês de julho: o WTT Star Contender, entre os dias 11 a 17, e o WTT Champions, de 18 a 23, ambos em Budapeste, na Hungria.

O carioca passou sete temporadas no Liebherr Ochsenhausen, conquistando a Liga Alemã e a Copa da Alemanha em 2019. Já em 2021, se juntou ao pentacampeão europeu Fakel Gazprom Orenburg, da Rússia, com o qual rescindiu em abril passado devido à Guerra da Ucrânia. O  Kinoshita, portanto, será o terceiro clube de Hugo fora do Brasil e o primeiro na Ásia.

Deixe seu comentário