Gazeta Esportiva

Bueno revela 'não' ao Lille e valoriza elenco do Santos: "Sempre foi forte"

Do correspondente Vitor Anjos - Santos,SP

07/02/17 | 17:00

Vitor Bueno quer fazer história no Santos antes de se transferir para algum clube da Europa (Foto: Ivan Storti/ Santos FC)
Vitor Bueno quer fazer história no Santos antes de se transferir para algum clube da Europa (Foto: Ivan Storti/ Santos FC)

Além de contratar seis reforços, o Santos cumpriu o objetivo de manter seus principais jogadores para a temporada. Um dos atletas assediados na última janela de transferências foi Vitor Bueno. No mês passado, o meia recebeu uma proposta de 8 milhões de euros (cerca de R$ 27,4 milhões) do Lille, da França. O camisa 7, porém, rejeitou a oferta na hora.

Segundo o jovem de 22 anos, que assumiu a titularidade na última temporada e marcou 14 gols em 48 jogos, a vontade de fazer história na Vila Belmiro foi o principal motivo para ele permanecer.

"Fiquei feliz (pela proposta), é o reconhecimento do trabalho. Meu empresário perguntou se eu queria e eu disse que não. Disse que quero fazer meu nome no Santos, para ser mais valorizado lá na frente. Para quando sair, não penso agora, mas para alguma coisa maior", ressaltou o camisa 7, em entrevista coletiva nesta terça-feira, no CT Rei Pelé.

Após a goleada de 6 a 2 sobre o Linense, na última sexta-feira, na estreia do Campeonato Paulista, a torcida santista se animou com a possibilidade do time crescer ainda mais com a chegada dos reforços Bruno Henrique, Kayke, Cleber, Vladimir Hernández e Leandro Donizete. Para Vitor Bueno, porém, o Peixe já tinha um elenco forte antes mesmo da contratação dos novos jogadores.

"Nosso elenco sempre foi forte. Criaram essa tese de que talvez faltasse alguém no banco, mas sempre achei que era forte. Palmeiras foi campeão e não perdemos para eles. Chegaram jogadores importantes, de todas as posições, e nosso time vai continuar com a mesma cara, sem mudar estilo de jogo, e vai continuar mais forte ainda", concluiu o meia.

Deixe seu comentário