Futebol

Drubscky agradece ao Vitória, mas critica “estúpida pressão” no Brasil

GazetaEsportiva.net - Salvador , BA -
09/03/2015 21:01:00

Em: Bastidores, Futebol, Vitória-BA

Ricardo Drubscky foi demitido do Vitória nesta segunda-feira, um dia antes de completar três meses à frente da equipe. Contratado no dia 10 de dezembro de 2014, ele só chegou a comandar o time em dez jogos oficiais, nos quais somou cinco vitórias, quatro empates e uma derrota. Em comunicado após sua saída, o técnico fez duras críticas à forte pressão que os treinadores sofrem por resultados imediatos no Brasil, e também questionou o modelo de gestão esportiva praticado no país.

“No Brasil do futebol, as avaliações são feitas em frações de tempo muito reduzidas, devido aos efeitos da estúpida pressão por mudanças. É uma pena que não conseguimos enxergar. Enquanto isso, as atitudes de intolerância e de ignorância na gestão esportiva têm contribuído sobremaneira na perda do potencial técnico de campo. Vida que segue…”, declarou Drubscky, através de comunicado oficial emitido por sua assessoria.

Ao falar do Vitória, no entanto, o treinador adotou tom mais ameno e lamentou o fato de não ter tido mais tempo para trabalhar. Também fez questão de agradecer aos diversos setores do clube pelo tratamento dispensado a ele em sua passagem por lá.

“Ao Vitória, eu agradeço, deixando meu lamento por não termos estendido a relação por mais tempo. Vim para Salvador preparado e esperançoso de ficar um longo período. Aos jogadores, à comissão técnica e aos funcionários – todos que abriram os braços e o coração ao nosso trabalho -, o meu muito obrigado”, agradeceu o técnico.

Em nota oficial, Ricardo Drubscky criticou a
Em nota oficial, Ricardo Drubscky criticou a “intolerância e ignorância” da gestão esportiva brasileira – Credito: Divulgação/E.C. Vitória

A campanha do Leão neste início de temporada, que motivou a demissão do treinador, está longe de ser desastrosa, no entanto. A equipe conseguiu a classificação para as quartas de final do Campeonato Baiano, pelas quais enfrenta o Colo Colo, e lidera o Grupo A da Copa do Nordeste.

Confira a mensagem de despedida de Ricardo Drubscky na íntegra:

Com muito pesar, despeço-me prematuramente do Vitória. Algumas adversidades nesse início de temporada interferiram decisivamente na construção do jogo da nossa equipe. Infelizmente, não conseguimos ultrapassar os problemas de campo com a força do trabalho.

No Brasil do futebol, as avaliações são feitas em frações de tempo muito reduzidas, devido aos efeitos da estúpida pressão por mudanças. É uma pena que não conseguimos enxergar. Enquanto isso, as atitudes de intolerância e de ignorância na gestão esportiva têm contribuído sobremaneira na perda do potencial técnico de campo. Vida que segue…

Ao Vitória, eu agradeço deixando o meu lamento por não termos estendido a relação por mais tempo. Vim para Salvador preparado e esperançoso de ficar um longo período.

Aos jogadores, à comissão técnica e aos funcionários – todos que abriram os braços e o coração ao nosso trabalho -, o meu muito obrigado. À imprensa especializada, que cobriu o nosso dia a dia com isenção e competência, um grande abraço e até outra oportunidade.

Aos dirigentes que apostaram em minha contratação, o sincero agradecimento e o desejo de que tenham sucesso no projeto de 2015.

Ricardo Drubscky