Diego Souza e Rithely serão julgados novamente e podem perder decisão

São Paulo, SP

23-11-2016 15:31:21

Diego Souza e Rithely voltarão à pauta do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) por conta de declarações dadas contra o árbitro Ricardo Marques Ribeiro (MG) após o jogo contra o Palmeiras, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. A dupla já havia sido julgada no dia 3 de novembro, quando o volante recebeu um jogo de suspensão e o meia saiu ileso, apesar da possibilidade de cada um receber seis partidas de gancho.

No entanto, a Procuradoria recorreu à decisão e solicita o aumento da punição dos atletas, o que pode os tirar do jogo decisivo para permanência do Sport na Série A, neste sábado, contra o América-MG, no Estádio Independência. O julgamento dos casos no Pleno, em última instância, acontecerá nesta quinta-feira, às 11h (de Brasília).

Com apenas duas rodadas para o fim do Brasileirão, o Sport ocupa atualmente o 15º lugar na tabela, com 43 pontos, apenas quatro de vantagem do Internacional, único integrante do Z4 que ainda tem chances de evitar a queda para a Segundona.

Confira quais foram as declarações de cada jogador:
Rithely: "Foi perfeitamente culpa da arbitragem. O que esse cara fez tinha que ir pra delegacia. Roubou bonito. Quando é na Ilha, o braço está colado e dão pênalti. Aqui ele está com a merda do braço desse tamanho e o bosta do árbitro fez uma merda dessa e não dá a p... do pênalti", disparou. Por conta disso, o defensor será julgado no artigo 243-F do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que fala sobre "ofender alguém em sua honra”.

Diego Souza: "Estou de saco cheio de tanto que falo. É a mesma coisa que botar um nariz de palhaço. A minha vontade é sair de campo com dez minutos, mas não saio por honrar essa camisa. É vergonhoso. Mais uma vez o campeonato está desenhado para Flamengo e Palmeiras. Então tira o resto. Faz um campeonato à parte. Contra a gente tem interferência de fora, todo mundo avisa. Nos jogos deles, todos são beneficiados"

Deixe seu comentário