Futebol/Copa do Brasil

Walce celebra titularidade e confiança de Cuca: “Tem que saber escutar”

Marcelo Baseggio - São Paulo , SP
21/05/2019 17:22:20 — 21/05/2019 17:44:00

Em: Escolha do editor, Futebol, São Paulo

Aos 20 anos, Walce não tem sequer seis meses como profissional, no entanto, já pode desfrutar do fato de ser titular do São Paulo. Ganhando cada vez mais espaço na equipe comandada pelo técnico Cuca, o jovem zagueiro falou em reportagem exclusiva à Gazeta Esportiva sobre o grande momento que vem vivendo, sempre acompanhado de uma enorme responsabilidade por defender a camisa tricolor.

“Muito gratificante estar representando o São Paulo, buscando meu espaço no profissional. Sei que tem meus companheiros que a gente disputa vaga, mas é uma disputa sadia, se ajudando, e isso tem me ajudado bastante, porque eles têm me dado conselhos que são essenciais na hora dos jogos. Representar o São Paulo e estar jogando é motivo de muita felicidade, muita honra, porque eu sei o quanto eu trabalhei para poder chegar nesse momento e conseguir buscar meu espaço”, disse Walce.

O jovem revelado pelas categorias de base do São Paulo ganhou sua primeira oportunidade no profissional no empate em 1 a 1 com o Flamengo. Na ocasião, Walce começou a partida como lateral-direito, passou para volante e terminou como zagueiro. Depois disso, não saiu mais do time, uma vez que Anderson Martins e Arboleda se lesionaram. Já são três jogos como titular, em que ele sequer foi substituído.

E muito desse início bem-sucedido do defensor com a camisa tricolor se deve a Cuca. Ao ser apresentado como novo técnico do São Paulo, o comandante havia falado sobre a empolgação de poder trabalhar com jovens talentos. Poucos meses depois de assumir o cargo, já é possível notar que ele vem cumprindo o que prometeu.

“O Cuca tem sido fundamental para nós jovens que estamos integrando o time profissional, tendo oportunidades. Ele vem conversando diariamente, dias antes dos jogos para a gente entrar sabendo o que tem que ser feito. Ele é um professor que dá muitos detalhes. Por já ter jogado bola também, ele entende muito bem do que ele fala. E nós que estamos começando temos que saber escutar, absorver o que está sendo dito. Isso é muito bom, porque faz com que a gente tenha um pouco mais de tranquilidade na hora de entrar em campo”, completou.

Nesta quarta-feira, contra o Bahia, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, às 21h30 (de Brasília), no Morumbi, a tendência é que Walce seja novamente titular, uma vez que Anderson Martins ainda precisa recuperar ritmo de jogo e Arboleda segue se recuperando de estiramento na coxa esquerda.




×
Quer receber notícias do São Paulo?