Rigoni é liberado pelo São Paulo para concluir sua transferência à MLS

Marcelo Baseggio - São Paulo,SP

27/07/22 | 17:16

Emiliano Rigoni não treinou com o restante do elenco do São Paulo nesta quarta-feira, no CT da Barra Funda.  O atacante argentino foi liberado para definir os últimos detalhes de sua transferência para o Austin FC, time da MLS, principal liga dos EUA, e não enfrentará o América-MG, nesta quinta, no Morumbi, pela ida das quartas de final da Copa do Brasil.

O clube norte-americano recentemente abriu conversas com o São Paulo para contratar Emiliano Rigoni, que vinha em baixa no Morumbi e sem espaço com o técnico Rogério Ceni. A proposta agradou a diretoria, que decidiu negociá-lo por preferir recuperar boa parte do investimento feito em um atleta que não dá retorno esportivo há tempo.


Rigoni teve um início avassalador no São Paulo sob o comando de Hernán Crespo. Na época, o atacante argentino parecia se sentir em casa por reencontrar velhos conhecidos, como Martín Benítez, com quem dividiu vestiário no Independiente, onde Alejandro Kohan, então preparador físico de Crespo, também trabalhou.

Rigoni foi um dos jogadores mais decisivos do São Paulo na última temporada, marcando 11 gols e anotando seis assistências em 38 jogos, ostentando uma média de uma participação direta em gol a cada 2,2 partidas.

Mas, desde que Rogério Ceni assumiu o comando da equipe, Emiliano Rigoni não conseguiu repetir o nível de atuação que teve em 2021 e foi perdendo espaço gradativamente. Em 2022 foram apenas dois gols e três assistências em 32 partidas. O atacante não entra em campo desde o dia 7 de julho, quando entrou nos minutos finais da goleada sobre a Universidad Católica, pela volta das oitavas de final da Copa Sul-Americana.

Deixe seu comentário