Com time reserva, São Paulo estreia na Copa do Brasil perdendo para o 4 de Julho

São Paulo, SP

01-06-2021 23:22:59

O São Paulo estreou na Copa do Brasil sendo surpreendido. Visitando o 4 de Julho, no estádio Albertão, em Teresina, no Piauí, o Tricolor, que foi a campo com os reservas, teve uma noite para se esquecer na defesa, principalmente nas bolas aéreas, e acabou saindo de campo com a derrota por 3 a 2 no jogo de ida da terceira fase da competição.

O Tricolor volta a entrar em campo na Copa do Brasil na próxima terça-feira, no Morumbi. O modesto 4 de Julho terá a vantagem de jogar pelo empate fora de casa, e o São Paulo terá de se redimir com sua torcida. Parte dela, inclusive, fez uma grande festa no Piauí, ignorando as orientações de combate à covid-19.

Agora o São Paulo volta o foco para o Campeonato Brasileiro. No próximo sábado o time comandado por Hernán Crespo encara o Atlético-GO, fora de casa. Para esta partida, os titulares devem entrar em ação.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

O jogo – O São Paulo foi surpreendido logo aos oito minutos de jogo. Em cobrança de escanteio fechada, Rômulo cabeceou no primeiro pau, Lucas Perri fez a defesa, mas, no rebote, a bola desviou em Orejuela e acabou entrando no gol.

Em desvantagem no placar, o Tricolor teve de correr atrás do prejuízo e contando com mais qualidade dentro de campo não sofreu para empatar. Aos 21 minutos, Shaylon deu bom passe para Eder, que tocou na saída do goleiro para deixar tudo igual.

O atacante ítalo-brasileiro estava em noite inspirada e pouco depois de marcar o primeiro tratou de virar a partida para o São Paulo. Desta vez Welington desceu pela esquerda e cruzou para Eder, que dominou já tirando do goleiro e precisou apenas soltar a bomba para estufar as redes novamente.

O que o Tricolor não esperava era que instantes antes de ir para o intervalo o 4 de Julho voltaria a surpreender. Em cobrança de falta pela direita, Gilmar Bahia aproveitou nova falha de Orejuela, que não conseguiu afastar o perigo e viu a bola sobrar nos pés do zagueiro adversário, que não desperdiçou, empatando o jogo.


Segundo tempo

Na etapa complementar Eder continuou sendo a principal ameaça para o 4 de Julho. Aos 15 minutos, o atacante tabelou com Hernanes, saiu na cara do gol, mas o goleiro adversário fez grande defesa para evitar o terceiro gol tricolor. Mas foram os donos da casa que novamente aproveitaram a fragilidade da defesa são-paulina.

Aos 20 minutos, em nova cobrança de falta, o 4 de Julho levantou a bola na área, a defesa do São Paulo não conseguiu afastar, e ela sobrou para Rômulo cabecear sem chances para Lucas Perri, colocando os donos da casa na frente mais uma vez .

Mas, por pouco que a festa do time piauiense não durou muito. Logo no minuto seguinte, Vitor Bueno recebeu dentro da área, cortou a marcação e bateu colocado, mandando para fora. Grande chance perdida.

E a situação só não ficou ainda mais vergonhosa para o São Paulo porque Lucas Perri não deixou. Aos 28 minutos, Kaká recebeu dentro da área, em posição irregular, cara a cara com o goleiro tricolor, e viu o adversário fazer grande defesa à queima-roupa. Já nos acréscimos, Galeano ainda teve a chance derradeira de ao menos evitar a derrota no Piauí. Após lindo lançamento de Welington, o paraguaio saiu mano a mano com Jailson e tentou completar de cabeça, mas mandou para fora. No minuto seguinte ele teve a oportunidade de se redimir, balançando as redes aproveitando a sobra do cruzamento, mas o árbitro erroneamente marcou impedimento.

FICHA TÉCNICA
4 DE JULHO 3 X 2 SÃO PAULO

Local: estádio Albertão, em Teresina (Piauí)
Data: 1 de junho de 2021, terça-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Arbitragem: Zandick Gondim Alves Junior (RN)
Assistentes: Vinicius Melo de Lima (RN) e Francisco de Assis da Hora (RN)

Gols: Orejuela (contra), aos 8 do 1ºT, Gilmar Bahia, aos 45 do 1ºT, Rômulo, aos 20 do 2ºT (4 de Julho); Eder, aos 21 e aos 29 do 1ºT (São Paulo)
Cartões amarelos: Marcelo, Chico Bala (4 de Julho); Talles, Shaylon (São Paulo)

4 DE JULHO: Jailson; Edy, Gilmar Bahia, Marcelo e Chico Bala; Vitor Recife (Cinelton), Rômul e Hiltinho (Lucas Pederzoli); Ítalo Pica-Pau (Kaká), Esquerdinha e Dudu Beberibe (Etinho).
Técnico: Fernando Tonet.

SÃO PAULO: Lucas Perri; Orejuela, Diego Costa e Rodrigo; Galeano, William (Talles), Shaylon, Hernanes e Welington; Eder e Vitor Bueno (Nathan).
Técnico: Hernán Crespo.

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do São Paulo?