Superintendente do Santos analisa 'situação ruim' de Lucas Veríssimo: "Atleta se sente chateado"

Lucas Musetti Perazolli e Pedro Guedes - São Paulo,SP

10-12-2020 14:37:58

Superintendente de esportes do Santos, Felipe Ximenes analisa como "ruim" a situação de Lucas Veríssimo em meio ao desejo de ser jogador do Benfica, de Portugal.

Como o Peixe vive período eleitoral - a votação será no próximo sábado -, a diretoria precisa do aval do Conselho Fiscal para fazer qualquer negociação. E o parecer foi desfavorável.

Com o impasse, Veríssimo se viu desprestigiado e ameaçou não jogar contra o Grêmio pela Libertadores da América. No fim, foi convencido por Cuca, viajou e teve boa atuação. Não há previsão de nova reunião no Conselho Deliberativo para tratar do assunto. O caso deve ficar para o novo presidente.

“Existe o artigo 91 no estatuto do Santos que reza que, nos 90 dias que antecedem a eleição, todos os processos internos e externos do clube precisam passar pelo Comitê de Gestão, pelo Conselho Fiscal e Conselho Deliberativo. Infelizmente, a situação do Lucas Veríssimo está acontecendo dentro deste processo. O atleta já passou por algumas situações de vendas não concretizadas, mas agora, infelizmente, não basta o Comitê de Gestão querer aceitar uma proposta. Os conselhos fiscal e deliberativo precisam aprovar”, disse Ximenes, durante entrevista em live no Instagram da Gazeta Esportiva.

“Tem outro detalhe no artigo 91. As propostas só podem ser levadas para aprovação, se houver um parecer favorável do Conselho Fiscal. Então no caso da proposta do Lucas Veríssimo, o Comitê de Gestão aprovou e o fiscal deu um parecer negativo. Com isso, o Conselho Deliberativo não pode votar uma proposta sob um parecer negativo do Conselho Fiscal. Essa é uma situação ruim. Naturalmente, o atleta se sente chateado. Mas ontem fez uma bela partida. E eu tenho certeza que o Santos vai saber reconhecer isso e, no momento certo, o Lucas vai realizar seu sonho de jogar na Europa. E mais uma vez vai mostrar que o Santos é um celeiro incrível de formação de atletas”, completou.

 

Proposta do Benfica

O Benfica ofereceu € 6,5 milhões (cerca de R$ 41,1 milhões) por Lucas Veríssimo em cinco vezes anuais, com pagamentos previstos até agosto de 2025 e uma parcela antecipada para esse mês de dezembro.

Diante deste cenário, o Santos faria uma antecipação dos recebíveis por meio de uma instituição financeira belga, o que geraria uma taxa entre 5,2% e 5,5% do valor "mais custas". Somando os pagamentos de 10% ao jogador e 15% ao empresário pela intermediação, o Alvinegro ficaria com cerca de € 3,8 milhões (cerca de R$ 24,1 milhões).

Veríssimo acertou salários com o Benfica e é uma das prioridades do técnico Jorge Jesus, ex-Flamengo. A diferença entre os vencimentos não é tão grande, mas o atleta se sente pronto para realizar o sonho de atuar na Europa para ficar mais próximo da seleção brasileira.

Al-Nassr

Nos últimos dias, Lucas Veríssimo chegou a cogitar a proposta do Al-Nassr, da Arábia Saudita. O zagueiro, porém, bateu o pé pela meta de chegar na Europa, mesmo com proposta salarial mais vantajosa no mundo árabe.

Os sauditas fariam o pagamento em duas parcelas, uma logo após a assinatura do contrato e outra até dia 31 de janeiro de 2021. O clube arcaria com os mesmos 10% ao jogador e 15% ao empresário pela intermediação, mas não haveria antecipação dos pagamentos. Assim, o Santos calculou que ficaria com US$ 5 milhões (cerca de R$ 26,1 milhões), superando a oferta dos portugueses por R$ 2 milhões e contribuindo com o fluxo de caixa imediatamente.

Essa oferta do Nassr foi aceita pelo Conselho Deliberativo, mas recusada por Veríssimo. A proposta foi retirada oficialmente.

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Santos?