Para preencher uniforme novo, Santos ainda negocia com a Caixa

Bruno Ceccon e Lucas Musetti Perazolli - São Paulo
12/04/2018 22:14:28 — 13/04/2018 11:07:43

Em: Escolha do editor, Futebol, Notícias, Santos

O Santos lançou os novos uniformes da Umbro na noite desta quinta-feira, em São Paulo. E agora começa um grande desafio: preencher as camisas com patrocínios. O único ativo é a Algar.

Pelo máster, maior propriedade, há negociações em andamento com a Caixa Econômica Federal. O contrato se encerrou no fim de março. Não haverá aumento nos valores pagos entre 2017 e o início de 2018.

“Estamos negociando ainda com a Caixa a renovação, mas agora vai ser conduzida pelo Marcelo Frazão. Já está bem adiantado e, a não ser que surja uma novidade, é a Caixa Econômica Federal. Só depende da Caixa, porque ela tem um padrão de início dos contratos. O Santos da última vez que assinou foi fora do padrão, mas ela adota um padrão e talvez seja mês que vem… A Caixa tem o limite dela e é difícil sair. A gente negociou bastante, mas, para falar a verdade, eles têm um limite não só para o Santos, mas também para outros times, como o Flamengo e outros que têm a marca. Foram obrigados também a aceitar o mesmo valor que o ano passado”, explicou o presidente.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

As negociações serão conduzidas pelo executivo de marketing Marcelo Frazão, anunciado nesta quinta. O profissional trabalhava no Flamengo até essa semana.

Os uniformes 1 e 2 do masculino e feminino foram lançados. O modelo 3, em homenagem à Inglaterra para a Copa do Mundo, será divulgado nesta sexta-feira.




×
Quer receber notícias do Santos?