Decepções do Santos devem ganhar nova chance em 2020

São Paulo, SP

01-01-2020 15:29:48

O Santos fechou 2019 com o vice-campeonato brasileiro e nomes importantes da equipe, como Carlos Sánchez, Soteldo e Diego Pituca, em alta. Porém, nem todo o elenco santista correspondeu as expectativas no ano que se passou, e agora esperam nova chance para mostrar seu futebol em 2020.

A previsão, sob novo comando do técnico Jesualdo Ferreira, é que nomes que não foram utilizados com frequência por Jorge Sampaoli possam ser reavaliados, e eventualmente adquirir papeis mais importantes no Alvinegro Praiano.


Cueva
Principal investimento do Santos para 2019, Cueva custou seis milhões de euros, cerca de R$ 27 milhões de reais,  para os cofres alvinegros. O peruano não só não conseguiu seu espaço na equipe, como terminou a temporada afastado pelo técnico Jorge Sampaoli após episódios extra-campo.

Ao todo, foram apenas 16 jogos no ano, sem nenhum gol marcado e mais confusões que boas jogadas. Apesar do início decepcionante, o Santos deverá dar nova chance ao jogador em 2020.

"Cueva é um grande jogador, não se deu bem com o treinador (Sampaoli). Com novo treinador pode ter nova chance de compor o time do Santos. Se não for o caso, veremos o melhor futuro possível para ele. Ele é um patrimônio do clube, custou muito dinheiro e temos as melhores perspectivas. Será reaproveitado se o novo treinador achar. Qualquer um merece nova chance”, disse o presidente José Carlos Peres a ATV+


Aguilar
O zagueiro Felipe Aguilar foi contratado no início de 2019, junto ao Atlético Nacional, e começou o ano como titular e nas graças da torcida. Erros consecutivos, porém, tiraram a confiança do defensor, que virou última opção no segundo semestre, atrás de Gustavo, Veríssimo, Luan Peres e Luiz Felipe. Foram 39 jogos, com um gol marcado.

Apesar da queda de rendimento, Aguilar deve seguir no Alvinegro em 2020 e ganhar novas chances, aproveitando a saída de Gustavo Henrique.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Uribe
Indicado pelo técnico Jorge Sampaoli, Uribe chegou em 2019 e terminou a temporada em baixa, sem nem ir para o banco de reservas. Foram 11 jogos ao todo, sem gol ou assistência. O atacante de 31 anos tem um dos maiores salários do Peixe e seu contrato termina apenas em junho de 2022. O colombiano chegou por R$ 5 milhões descontados da venda de Bruno Henrique ao Flamengo.

Jobson
Destaque do Campeonato Paulista de 2019 com o Red Bull Brasil, o volante Jobson chegou ao Santos com bastante expectativa, mas foi pouco utilizado por Sampaoli. O atleta de 24 anos entrou em campo apenas quatro vezes e tem contrato até abril de 2024.


Diogo Vitor
O jovem meia-atacante de 22 anos, Diogo Vitor, poderá voltar a jogar em 2020 após passar 18 meses suspenso por doping. Cria da base do Alvinegro, o atleta entrou em campo dez vezes pelo Santos, a última na Libertadores, contra o Estudiantes pela Fase de Grupos.

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Santos?