Corpos de pais de Longuine são enterrados em Maringá, no Paraná

Santos , SP
03/05/2017 12:52:09

Em: Futebol, Notícias, Santos
Meia do Peixe, Rafael Longuine tem 26 anos e é natural de Paranavaí (Foto: Ivan Storti/ Santos FC)

Os corpos dos pais de Rafael Longuine, do Santos, que morreram em um acidente de carro na madrugada da última terça-feira, em Alto Paraná, no noroeste do Paraná, foram enterrados no Cemitério Parque de Maringá, na região norte do estado, nesta quarta-feira.

Maria Fátima de Carvalho Longuine, de 52 anos, e Wellington Longuine, de 53, não resistiram aos ferimentos após o choque de seu carro com um caminhão, na BR-376, e faleceram no local. Lidia Ferreira de Carvalho Castelã, tia de Rafael, e Marcelo Kovalesk, motorista da carreta, foram as demais vítimas da batida.

O velório dos pais de Rafael ocorreu das 21h de terça até as 11h desta quarta. Muito abalado com a perda, o meia santista foi liberado pela diretoria do clube e não tem data certa para retornar aos trabalhos no CT Rei Pelé e voltar a ser opção para o técnico Dorival Júnior.

Acidente que matou pais e tia de Longuine aconteceu no Alto Paraná (Foto: PRF/Divulgação)

Segundo o Peixe, o jogador foi informado sobre o acidente na manhã de terça. Jogadores, comissão técnica e membros da diretoria não conseguiram comparecer ao velório pois o Santos está em preparação para o duelo contra o Santa Fe, nesta quinta-feira, às 21h45 (de Brasília), no Pacaembu, pela Libertadores. O clube, porém, decretou luto oficial por três dias.

Na tarde de terça-feira, o atacante Ricardo Oliveira, capitão do alvinegro, acompanhado de mais cinco jogadores do elenco, prestou solidariedade a Longuine.

“Queremos dizer ao Rafael que sentimos muito pelo que aconteceu com seus familiares e também sentimos pelos familiares da outra vítima. Nossa tristeza é notória. Ele vai receber todo nosso apoio e o ânimo que vai precisar durante esses dias. E é essa a razão da gente estar aqui”, disse o centroavante.




×
Quer receber notícias do Santos?