Apenas 27 dias mais novo, Renato se surpreende com trabalho de Jair

São Paulo, SP

15-01-2018 08:00:48

Agora sem Ricardo Oliveira, que acertou sua saída para o Atlético-MG, Renato ficou como o atleta mais experiente do grupo do Santos. Aos 38 anos, o volante, conhecido por sua técnica apurada e simplicidade no convívio, garante que não tem qualquer pretensão de herdar a braçadeira de capitão, mas sabe que inevitavelmente deve ser o escolhido por Jair Ventura.

“Eu já tenho uma liderança natural aqui no clube. Isso vem desde lá atrás. Em 2002, o Paulo Almeida era o capitão e depois eu assumi a faixa, isso com 23 anos. O professor Jair ainda vai decidir quem será o novo capitão, mas não tenho essa vaidade. Independentemente da escolha dele, eu vou procurar sempre ajudar os meninos que estão chegando. Como sou o mais experiente do grupo, sempre vou acabar passando uma liderança para os jogadores jovens”, conta o jogador.

O técnico, aliás, chegou nesse início de ano ao Peixe e é apenas 27 dias mais velho que Renato. Mesmo assim, o ex-comandante do Botafogo já conseguiu impressionar um dos maiores ídolos santistas nos treinos de pré-temporada que estão sendo feitos às portas fechadas no CT Rei Pelé.

“É um treinador que estudou bastante para estar aqui. Tenho praticamente a mesma idade do Jair, mas o respeito é o mesmo. Ele tem um método diferente de outros que já trabalhei, mas é tudo muito bem definido. Gosta de trabalhar com cada setor de forma separada. É uma filosofia nova e muito boa. Tem várias outras coisas que não posso falar também, né? Mas a gente procura assimilar tudo o quanto antes para colocar em prática nos jogos”, explica o volante, tomando cuidado para não revelar os segredos do chefe.


Depois de ganhar um respiro na tarde de domingo, o elenco do Santos volta aos trabalhos na manhã dessa segunda-feira para uma atividade no campo antes de almoçar e embarcar para Lins. Quarta-feira a equipe estreia na temporada contra o Linense, pelo Campeonato Paulista. Renato sabe que o time não está pronto, mas não esconde seu otimismo.

“Essa pré-temporada foi bem mais curta, atrapalha um pouco a preparação física. Mas, vamos estar prontos para quarta-feira. Vamos lutar pelo título. A gente sabe que o Paulistão é complicado, o grupo ainda não está 100%, mas vamos evoluindo durante a competição”, conclui o veterano.

 

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Santos?