Gazeta Esportiva

Após gol histórico, Cristiano Ronaldo celebra mais um recorde e desconversa sobre polêmica com United

São Paulo, SP

24/11/22 | 18:52 - 25/11/22 | 00:45

Portugal venceu a Gana por 3 a 2 na estreia da Copa do Mundo do Catar na tarde desta quinta-feira. O craque Cristiano Ronaldo foi o autor do primeiro gol da vitória portuguesa e, aos 37 anos, se tornou o primeiro jogador a marcar em cinco Mundiais. Após a partida, o camisa 7 celebrou a conquista da marca.

"É um momento bonito, no meu quinto Mundial. Ganhamos, entramos com o pé direito, foi uma vitória importantíssima. Sabemos que nestas competições ganhar o primeiro jogo é fundamental. Mais um recorde também, sou o único jogador a marcar em cinco Mundiais consecutivos, isso para mim é um motivo de grande orgulho", disse o jogador ao jornal português A Bola.

"Estou muito feliz pela equipa ter feito uma excelente exibição. Foi difícil, mas merecemos a vitória", completou.

Entretanto, Cristiano não foi o primeiro a conquistar o feito se considerado também o futebol feminino. Isso porque, a rainha Marta marcou em sua quinta Copa do Mundo em 2019. Ao todo ela marcou nos Mundiais de 2003, 2007, 2011, 2015 e 2019.

Cristiano despista sobre polêmica e prega foco na Copa

Além disso, Cristiano Ronaldo atinge a marca dois dias após o Manchester United anunciar a rescisão de contrato com o veterano atacante, que aproveitou para desconversar sobre toda a polêmica e valorizar o foco na Copa.

"O importante foi a equipa ter ganho. O capítulo está fechado e o foco está única e exclusivamente na Copa. Como disse, queríamos entrar com o pé direito. Ganhamos, jogamos bem, ajudei a equipe. Tudo o resto não importa. O importante é a seleção", finalizou Cristiano.

Líder do Grupo H, Portugal agora volta suas atenções ao Uruguai, adversário da segunda rodada. A partida entre portugueses e uruguaios acontece na próxima segunda-feira, às 16 horas (de Brasília), no Estádio Lusail. Caso vença, a seleção europeia garante a vaga nas oitavas de final. Por fim, Coreia do Sul e Gana completam a chave.

Deixe seu comentário