Futebol/Campeonato Brasileiro

Próximo do Corinthians, Clayson marca dois, e Ponte goleia o Sport

São Paulo, SP
14/05/2017 17:54:28 — 14/05/2017 19:27:22

Em: Brasileiro Série A, Futebol, Ponte Preta, Sport

A Ponte Preta estreou no Campeonato Brasileiro com uma convincente vitória sobre o Sport por 4 a 0, no Moisés Lucarelli. Diante de sua torcida, a Macaca queria esquecer de vez a derrota na final do Paulistão para o Corinthians e parece já ter superado não só o vice-campeonato estadual, mas também a saída de um dos principais jogadores da equipe: William Pottker.

Herdando a camisa 9 do atacante que rumou para o Internacional, Lucca foi o jogador mais perigoso no primeiro tempo da partida e desperdiçou grandes chances. Antes do intervalol, no entanto, ele se redimiu com a torcida e abriu o placar. Cinco minutos depois Nino Paraíba ainda ampliou para a Ponte ir ainda mais tranquila para o intervalo. Já na etapa complementar Clayson, prestes a ir para o Corinthians, fez de pênalti e ainda marcou o quaro gol da Macaca.

O Sport por sua vez foi a Campinas sem duas referências: Diego Souza e Durval. Ambos foram poupados da estreia no Campeonato Brasileiro pela comissão técnica, que já pensa no primeiro jogo da final da Copa do Nordeste, contra o Bahia, na próxima quarta-feira, em Recife. Em contrapartida, o atacante Osvaldo e o zagueiro Igor estrearam com a camisa rubro-negra neste domingo, mas ambos tiveram atuação apagada.

Lucca comemora o primeiro gol da goleada da Ponte Preta sobre o Sport (Foto: ANTÔNIO CÍCERO/Photopress/Gazeta Press)

O jogo – Logo no início do duelo o Sport procurou marcar no campo adversário e dificultar a saída de bola da Ponte Preta. Por sua vez, os donos da casa aos poucos iam se soltando mais na medida que entendiam o jogo do rival rubro-negro. Aos dez minutos Lucca cobrou escanteio fechado e obrigou Magrão a fazer importante defesa para evitar o gol olímpico.

Depois de um início cauteloso, a Ponte decidiu se jogar mais para o ataque. Aos 20 minutos Clayson deu bom passe para Lucca, que cara a cara com o goleiro adversário acabou isolando. No minuto seguinte Matheus Ferraz respondeu para o Sport com uma cabeçada perigosa após cobrança de falta de Everton Felipe.

Lucca, o mais perigoso do primeiro tempo ainda perdeu outra grande oportunidade aos 26 minutos, quando recebeu lançamento de Nino Paraíba e bateu fraco. O atacante que herdou a camisa 9 de Pottker, novo jogador do Internacional, só se redimiu minutos antes de ir para o intervalo. Aos 39 Lucca aproveitou o escanteio cobrado por Ravanelli para subir mais alto que a zaga e, enfim, estufar as redes. Cinco minutos depois Nino Paraíba aproveitou a bola de João Lucas para vencer o goleiro Magrão, que novamente não conseguiu defender o arremate de cabeça.

Precisando correr atrás do prejuízo no segundo tempo, o técnico Ney Franco teve de abrir mão de um homem no meio-campo para colocar mais um atacante. Tentando o empate, o Sport, no entanto, não deu sinais de melhora após as alterações e seguiu inferior à Ponte Preta, mais tranquila com o controle do jogo.

Em seu possível último jogo com a camisa da Macaca, Clayson, que está muito próximo do Corinthians, pôde recompensar a torcida com mais um gol. Aos 26 minutos o árbitro marcou pênalti após a bola bater na mão de Evandro. Na cobrança, o atacante não decepcionou, batendo firme no alto. Sem chances para Magrão, herói do Sport nas penalidades da última quinta-feira contra o Danúbio, pela Sul-Americana.

Antes do árbitro apitar o fim do jogo Clayson voltou a aparecer. Se no primeiro tempo Lucca foi a principal arma ofensiva da Ponte, na etapa complementar o atacante que está próximo de acertar com o Corinthians incendiou a partida e ainda fechou o placar ao completar a jogada de Nino Paraíba.

O segundo compromisso da Ponte Preta pelo Campeonato Brasileiro acontece no próximo domingo, contra o Botafogo, fora de casa. Já o Sport enfrenta o Cruzeiro, no mesmo dia, na Ilha do Retiro.

FICHA TÉCNICA:
PONTE PRETA 4 X 0 SPORT

Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Data: 14 de maio de 2017, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)
Assistentes: Bruno Boschilia e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)
Renda: R$ 53.425,00
Público: 3.104 pagantes
Cartões amarelos: Samuel Xavier e Rodrigo (Sport)

GOLS:
PONTE PRETA: Lucca, aos 39, e Nino Paraíba, aos 44min do 1º T; Clayson, aos 27 min e 46min do 2º T

PONTE PRETA: Aranha; Nino Paraíba, Marllon, Kadu e João Lucas (Fernandinho); Naldo, Elton, Jadson (Wendel) e Ravanelli (Xuxa); Lucca e Clayson
Técnico: Gilson Kleina

SPORT:Magrão; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Igor e Evandro; Rodrigo (Lenis), Neto Moura e Everton Felipe; Osvaldo (Fabrício), André e Rogério (Juninho)
Técnico: Ney Franco