Futebol Internacional

Presidente da Federação Peruana é condenado a 18 meses de prisão preventiva

São Paulo , SP
08/12/2018 14:40:42

Em: Futebol, Futebol Internacional, Peru
Edwin Oviedo enfrenta graves acusações (Foto: Paco Medina/AFP)

Edwin Oviedo, presidente da Federação Peruana de Futebol (FPF), foi condenado a 18 meses de prisão preventiva por um juiz da cidade de Chiclayo. Ele é acusado de ser o líder da organização criminal “Los wachiturros de Tumán” e de ser o mentor dos assassinatos dos dirigentes sindicais Maniel Rimarachín e Percy Farro.

A decisão do juiz Carlos Chanamé foi publicada na conta oficial do Twitter do ministério público peruano. Oviedo já havia sido detido na quinta-feira, por 15 dias, enquanto era investigado por sua ligação com outra organização criminosa, conhecida como “Los cuellos blancos del puerto”. O presidente da Federação Peruana negou em diversas vezes ter ligação com qualquer organização criminosa.

Durante seu mandato, que começou em 2015, o Peru conseguiu retornar a Copa do Mundo após 2016. A rojiblanca foi eliminada na fase de grupos da Copa do Mundo da Rússia 2018 após enfrentar a Dinamarca, Austrália e França. O vice-presidente Augustín Lozano vem comandando a entidade interinamente.