Gazeta Esportiva

Mesmo com lesão, Raphael Veiga termina temporada entre os destaques do Palmeiras

São Paulo, SP

30/11/22 | 06:00

Raphael Veiga encerrou 2022 fora dos gramados, ainda tratando a lesão no tornozelo sofrida há exatos três meses, no duelo contra o Athletico-PR, pela Libertadores. Mesmo longe da equipe no momento decisivo da temporada, o meia foi um dos destaques do Palmeiras no ano.

Com a lesão sofrida no dia 30 de agosto, Veiga perdeu os últimos 15 jogos do Verdão na temporada. Ainda assim, ele encerrou 2022 com bons números e protagonizando momentos importantes do Verdão neste ano.


No total, o camisa 23 disputou 46 jogos na temporada, com 19 gols marcados. Com isso, ele foi o segundo maior artilheiro da equipe de Abel Ferreira, atrás apenas de Rony, que balançou a rede 23 vezes.

Além dos gols, Raphael Veiga deu seis assistências na temporada, o que o coloca como o quarto maior garçom do Palmeiras nesta temporada. Ele só perde para Gustavo Scarpa (20), Dudu (13) e Marcos Rocha (8).

Se esteve fora da reta decisiva da campanha do título brasileiro, Veiga teve participação decisiva nos títulos do primeiro semestre. No jogo de ida da Recopa Sul-Americana, contra o Athletico-PR, ele marcou o gol de empate nos acréscimos na Arena da Baixada.

O resultado colocou o Verdão em melhores condições e pavimentou o caminho para a vitória por 2 a 0 no Allianz Parque, o que garantiu o título continental.

Já na decisão do Campeonato Paulista, contra o São Paulo, Raphael Veiga foi o responsável por anotar o gol que diminuiu a derrota por 3 a 1, no Morumbi, também na reta final da partida. Assim, o Verdão chegou para o duelo de volta, no Allianz Parque, sonhando com a virada, que aconteceu. O camisa 23 marcou outros dois gols na casa palmeirense, e a equipe de Abel Ferreira venceu por 4 a 0, ficando com o título estadual.

Raphael Veiga chegou ao Palmeiras em 2017, depois de se destacar pelo Coritiba. Depois de uma temporada de pouca afirmação, foi emprestado ao Athletico-PR em 2018. No ano seguinte, retornou ao Verdão e se firmou de vez a partir da chegada de Abel Ferreira, em 2020. Pelo clube, o meia conquistou Campeonato Paulista (2020 e 2022), Copa do Brasil (2020), Copa Libertadores (2020 e 2021), Recopa Sul-Americana (2022) e Campeonato Brasileiro (2022).

Deixe seu comentário