Klopp cita Trump e política para criticar demissão de Claudio Ranieri

São Paulo, SP

24-02-2017 13:40:04

O técnico Jurgen Klopp, do Liverpool, usou da ironia para comentar a demissão de Claudio Ranieri, dispensado pelo Leicester menos de um ano depois de levar o clube ao histórico título do Campeonato Inglês. O alemão citou o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para falar sobre o caso.

"O que posso dizer? Isso vem acontecendo não só no futebol. Tiveram algumas decisões estranhas nos últimos tempos, como Brexit, Trump e agora Ranieri", afirmou o comandante, lembrando também a saída do Reino Unido da União Europeia, no que ficou conhecido como Brexit.

Klopp defendeu o italiano, que seria seu adversário, já que Liverpool e Leicester se enfrentam na próxima segunda-feira. ''Ele é uma pessoa especial no esporte, e não tenho ideia do motivo que o Leicester teve para demiti-lo. Devem perguntar para eles", declarou.

Sobre possíveis interferências no confronto contra os atuais campeões, Jurgen não crê que haverá grandes mudanças. "Não creio que mudarão muito, os assistentes que assumiram, então não há grandes trocas", pontuou.

Ranieri foi demitido por conta da má campanha do Leicester no Campeonato Inglês, lutando contra o rebaixamento. Na Liga dos Campeões, a derrota por 2 a 1 para o Sevilla, na partida de ida das oitavas, foi o estopim para a queda do melhor treinador do mundo, eleito pela Fifa, em 2016.

Leicester e Liverpool se enfrentam na segunda-feira, às 17 horas (de Brasília). Se o Hull City vencer o Burnley no sábado, os atuais campeões entrarão em campo na zona de rebaixamento, precisando da vitória. Os Reds, por sua vez, estão na luta para voltar ao G4 da competição, em busca de uma vaga na Liga dos Campeões.

Deixe seu comentário