Empresário de Guerrero divulga nota criticando dirigentes do Inter e pede rescisão de contrato

São Paulo, SP

02-05-2021 15:28:13

Neste domingo, o empresário de Guerrero, Vinícius Prates, divulgou uma nota oficial solicitando a rescisão contratual do jogador com o Internacional.

O empresário citou "faltou com respeito” dos dirigentes do clube com o atacante peruano, além de ter assumido que o jogador está insatisfeito com a declarações dos mesmos sobre sua situação contratual.

Guerrero possui contrato com o Colorado até o final deste ano. Em caso de rescisão, alguma das partes terá que arcar com uma multa que gira em torno de US$ 2 milhões a US$ 3 milhões (R$ 10,8 milhões a R$ 16,2 milhões).

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Em declaração para o “ge”, João Patrício Hermann, vice de futebol do Inter, negou ter recebido qualquer proposta. “É um jogador importante. Para nós não chegou nada de forma oficial. E conversamos com o Guerrero. O ambiente é bastante tranquilo", disse.

Confira na íntegra a nota divulgada pelo empresário de Guerrero

O jogador está insatisfeito com as recentes declarações públicas que os dirigentes do clube vem fazendo constantemente sobre a situação contratual do atleta.

Desde que chegou ao Internacional, sempre se dedicou integralmente, pedindo inclusive dispensa da seleção de seu país para defender o clube. No período em que esteve lesionado, Paolo investiu particularmente em sua recuperação e esteve a disposição da equipe em tempo recorde.

O atleta, junto com seu empresário, pediram a rescisão contratual já que ambos entendem que existe uma falta de respeito dos dirigentes com o jogador que sempre foi profissional e dedicado ao clube. As recentes manifestações do estafe do jogador não falam e não são por conta de uma renovação, mas por conta das manifestações do clube onde colocam em dúvida a permanência do jogador.

Independente de qualquer situação, Paolo desperta interesse de diversos clubes do Brasil e do mundo, mas nunca expôs tais situações por respeito e ética ao Internacional, atitude diferente tida por parte dos dirigentes atuais.

Deixe seu comentário