Biden e Rapinoe se pronunciam contra a desigualdade no futebol

São Paulo, SP

03-05-2020 16:43:31

O futebol ainda tem muita desigualdade entre os times masculinos e femininos, seja nos salários ou nos recursos disponibilizados. E essa luta pela igualdade chegou até o candidato à presidência dos Estados Unidos. Escolhido pelo Partido Democrata, Joe Biden se manifestou em seu Twitter contra a US Soccer e a federação. 

"À seleção feminina: não desista desta luta. Ainda não acabou. À federação: pagamentos iguais, agora. Ou então, quando eu for presidente, vocês podem ir a outro lugar por fundos para a Copa do Mundo", escreveu.

Tal postura se deu após uma decisão judicial frear a solicitação de pagamentos iguais para homens e mulheres nas seleções de futebol dos Estados Unidos. De acordo com a porta-voz Molly Levinson, o time feminino deve entrar com um recurso contra a decisão.

Diante da situação e manifestações sobre o assunto, uma das jogadoras símbolos de igualdade no esporte, Megan Rapinoe, se pronunciou nas suas redes sociais.

"Nunca iremos parar de lutar por igualdade."

Biden e Rapinoe então, se juntaram em uma live e, entre vários assuntos de planos de governo, saúde, coronavírus e estudo, a melhor jogadora do mundo em 2019 brincou com o político dizendo que gostaria de ocupar a vaga de vice-presidente em sua chapa nas eleições.

"Não quero colocar você em uma situação difícil, mas se você precisar de uma vice-presidente, estou dizendo que estou disponível para uma entrevista. Coloque na sua lista."

Foto: Divulgação

 

Deixe seu comentário