Futebol/Bastidores

Galo e Cruzeiro oficializam acordo de patrocínio com a Caixa Econômica

Do correspondente Gustavo Aleixo - Belo Horizonte , MG
19/01/2016 12:05:01 — 19/01/2016 14:21:35

Em: Atlético-MG, Bastidores, Cruzeiro, Futebol
Atlético-MG e Cruzeiro receberão R$ 12,5 milhões da estatal (Fred Magno/Light Press)
Atlético-MG e Cruzeiro receberão R$ 12,5 milhões da estatal (Fred Magno/Light Press)

Nesta terça-feira, o Diário Oficial da União (DOU) publicou a lista de clubes a serem patrocinados pela Caixa Econômica Federal nesta temporada, dentre eles Atlético-MG e Cruzeiro, que receberão R$ 12,5 milhões da empresa estatal. Ambos os clubes oficializaram o acordo com a estatal por uma temporada.

Pelo lado do Atlético-MG, o presidente Daniel Nepomuceno destacou o patrocínio com a Caixa como um novo “gol” marcado pelo clube alvinegro. Já o mandatário cruzeirense, Gilvan de Pinho Tavares, celebrou o “valor recorde” recebido pela Raposa com patrocinadores em 2016.

Presidente atleticano definiu patrocínio da Caixa em encontro com a presidente Dilma Roussef (Atlético-MG/Divulgação)
Presidente atleticano definiu patrocínio da Caixa em solenidade com a presidente Dilma Roussef (Atlético-MG/Divulgação)

“Estou muito feliz com a nova parceria. Espero que seja o primeiro de muitos anos com a Caixa Econômica Federal. Já temos grandes parceiros e a Caixa veio para agregar mais valores ao Atlético. No ano passado, nós fomos o primeiro clube a aderir ao Profut (programa que refinancia as dívidas dos clubes brasileiros), conseguimos nossa CND (certidão negativa de débitos) e esse acordo com a Caixa é mais um gol do clube”, disse Nepomuceno após solenidade com a presidente Dilma Rousseff, em Brasília, onde o contrato de patrocínio foi firmado.

“O Cruzeiro está muito satisfeito com o acerto com a Caixa. O novo patrocinador vai se juntar a outros parceiros que já estavam no nosso uniforme e decidiram permanecer na camisa do clube, em especial o Supermercados BH, que aceitou ceder o espaço máster e irá estampar sua marca em outro lugar da camisa. Somando todos os patrocinadores que temos agora, atingimos um valor recorde na história do Clube”, destacou o presidente cruzeirense, em nota oficial no site do clube celeste.

No Atlético-MG ainda não há uma definição de quando o Galo atuará com a marca da Caixa estampada em sua camisa. Já no Cruzeiro existe a confirmação de que a estatal fará sua “estreia” pela Raposa na primeira partida da equipe cruzeirense na temporada, contra o Criciúma, no dia 27 de janeiro, pela Primeira Liga, no estádio Heriberto Hulse.

Além do acerto com a Caixa Econômica Federal, o clube celeste já adiantou que anunciará em breve um novo patrocinador para seu uniforme.

Cifras aquém do esperado – Apesar da valorização resultante do bom desempenho nas últimas temporadas, Atlético-MG e Cruzeiro receberão praticamente a metade do valor pago ao Flamengo que, segundo o DOU, é o clube que receberá o maior patrocínio da Caixa, R$ 25 milhões. No último domingo, o presidente da Raposa admitiu que pretendia receber valores mais generosos da estatal.

Cruzeiro oficializou acordo com a Caixa por meio de seu site oficial (Reprodução)
Cruzeiro oficializou acordo com a Caixa por meio de seu site oficial (Reprodução)

“O que foi alegado pela Caixa é que os contratos de lá já existiam e estão apenas honrando os já firmados. Como o país todo, inclusive o nosso Estado está atravessando uma fase difícil, eles alegaram que não podem pagar mais agora. A princípio, os valores seriam R$20 milhões. Depois foi feito uma oferta de valores menores”, disse Gilvan Tavares

“De qualquer forma é muito melhor do que ficar sem o patrocinador oficial e sem receber um valor dessa ordem, que é quase igual ao que a gente recebia do antigo patrocinador. Então, nós preferimos, neste momento que eles alegam que é de crise geral, receber esse valor do que deixar de receber. Vamos continuar argumentando que pela grandeza do Cruzeiro, merecemos muito mais do que está sendo pago”, concluiu.




  • Wkocks

    Enquanto isso a Dilma quer aprovar o CPMF, pois o governo não tem dinheiro

  • Douglas Rocha

    Pois é… em meio a crise um Banco Federal patrocinar tantos times…DUVIDOSO! Se isto se caracteriza como investimento com garantias de retorno, por que grandes intituições financeiras não fazem o mesmo? Sabe por que?!! O futebol é corrupto igual ao Governo! Senhores, é o tipo de coisa que o Governo faz e esfrega na cara da população.