TJD anula suspensão automática de Gabriel após erro do árbitro no Derby

Victoria Leite - São Paulo,SP

23-02-2017 14:56:08

Árbitro aplicou o cartão para o jogador errado no clássico (Foto: Fernando Dantas/ Gazeta Press)
Árbitro aplicou o cartão para o jogador errado no clássico (Foto: Fernando Dantas/ Gazeta Press)

O Corinthians já conseguiu anular a suspensão automática de Gabriel depois do erro do árbitro na vitória do Alvinegro sobre o Palmeiras por 1 a 0, na noite de quarta-feira, em Itaquera. Depois do pedido de efeito suspensivo da diretoria corintiana, a Federação Paulista de Futebol já oficializou e publicou em seu site oficial a anulação do cartão vermelho do jogador, até que o julgamento seja realizado. O procurador-geral do Tribunal de Justiça Desportiva, Wilson Marqueti, explicou à Gazeta Esportiva que o atleta está assim livre para atuar pelo Timão já na próxima rodada.

"O Corinthians pediu uma liminar para que o cartão vermelho fosse suspenso até o julgamento do recurso. O presidente do TJD já concedeu e o atleta está apto para atuar na próxima partida do time. Eles conseguiram o efeito suspensivo", disse Marqueti. O pedido do Corinthians foi aceito pelo presidente do TJD, Antônio Olim

Leia mais: 

Carille enfim se sente fortalecido após vitória heroica no Derby

Árbitro admite erro e marca na carreira: "Espero continuar a apitar" 

A expulsão indevida de Gabriel aconteceu ainda no primeiro tempo do Derby. O atacante palmeirense Keno partiu em contra-ataque e foi puxado por trás pelo volante alvinegro Maycon. Após o lance, o árbitro Thiago Duarte Peixoto se enganou e advertiu com cartão amarelo outro jogador, Gabriel, no lugar do camisa 30, que foi quem fez a falta. Por conta de outra jogada, Gabriel já tinha o primeiro cartão e, com o erro do juiz, recebeu o segundo, sendo expulso automaticamente.

Depois do confronto, ainda no estádio corintiano, Thiago Duarte Peixoto reconheceu seu erro. Nesta manhã, após a publicação da súmula oficial da partida, Thiago anexou uma retificação ao documento, que consta a declaração de seu equívoco.


Diante da situação, o procurador do TJD afirmou que ainda não sabe qual será a possível punição para o árbitro, já que ainda não pôde analisar a retificação do documento da partida. "A súmula ainda não chegou. Deve ser enviada ainda hoje (quinta) para mim. Dependendo de como foi sua justificativa, do que o árbitro retificou, vamos enviar para a procuradoria da primeira instância, para que possa ser feita a denúncia contra ele", explicou.

"Ele pode sofrer desde uma advertência, até suspensão de determinados dias, porque não dá para falar em qual artigo ele irá ser capitulado, pois ainda não vi os dizeres e a justificativa dele na retificação", acrescentou.

Com o efeito suspensivo aceito, o Corinthians terá Gabriel de volta para seu próximo desafio. O jogador está apto para entrar em campo contra o Mirassol neste sábado, em partida válida pela sexta rodada do Campeonato Paulista. O jogo será às 19h30 (de Brasília) no estádio Municipal de Mirassol.

O caso do volante corintiano será julgado, como prevê o Código de Justiça Desportiva. A expectativa é de que o episódio seja apreciado pelo TJD no dia 6 de março, já que a próxima segunda-feira é feriado de Carnaval.

*Em especial para a Gazeta Esportiva

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Corinthians?