Rodrigo Santana rasga elogios a Cazares e rebate críticas sobre extracampo do atleta

Pedro Guedes - São Paulo,SP

01-10-2020 14:00:26

A participação de Rodrigo Santana na live da Gazeta Esportiva rendeu muitos assuntos. Além de muita conversa sobre o Atlético-MG, clube onde teve um de seus trabalhos mais reconhecidos, o treinador deu sua opinião sobre as chegadas de Cazares e Otero ao Corinthians.

Rodrigo foi técnico dos dois atletas, e rasgou elogios a ambos, em especial ao novo camisa 10 do Timão. Quando perguntado sobre o extracampo do equatoriano, saiu em defesa do meio-campista, garantindo que foi um dos jogadores mais importantes em sua passagem pelo Galo.

"O Cazares me ajudou muito no Atlético. É o cara mais gente boa que tem. Só chega rindo, vai embora rindo, puxa a fila, treina para caramba. Nunca deu um 'migué' no treino. Eu não tenho o que falar, só agradecer pelo que ele fez".

 

Ver essa foto no Instagram

 

Apresentação: @pedroguedao e @brunocesarz Participação especial: @treinadorrodrigosantana

Uma publicação compartilhada por Gazeta Esportiva (@gazetaesportiva) em

Ainda em relação à vida pessoal do jogador, Rodrigo Santana defende que se a fase do clube for boa, ninguém reclamaria neste quesito. E afirma também que, como treinador, não se importa muito com o que o atleta faz fora de seu horário de trabalho, desde que cumpra com seus compromissos e renda o que dele se espera.

"O Cazares hoje, se está no Galo, líder do campeonato... Ele podia estar fazendo o que ele quisesse. Ninguém ia pegar no pé dele. E outra, se ele fez, está fazendo na casa dele, fora do horário de treino. Eu sou um treinador que nunca me preocupei com isso. É só não chegar atrasado, não faltar no treino. Com a vida dele, o profissional faz o que quiser. Ele já é homem, já é pai de família, tem suas responsabilidades. Se está rendendo e produzindo vai jogar".

Foto: Divulgação/Atlético-MG

Além do novo camisa 10 do Corinthians, o técnico elogiou o venezuelano Otero. Segundo ele, depois que o meia se readaptou ao ritmo do futebol brasileiro, foi muito importante em sua passagem por Minas Gerais também.

"Quantos jogos o Cazares já decidiu para a gente? E decide mesmo. Ele é diferenciado. O Otero chegou no meio do ano e do mundo árabe, um pouco sem ritmo, mas depois que recuperou, o cara é um cavalo. Treina muito, e não tem distância para ele bater no gol. Muito gente boa e muito trabalhador. Tenho certeza que vai contribuir muito para o Timão".

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Corinthians?