Renovado até 2023, Gil segue sendo um dos destaques positivos do Corinthians

São Paulo, SP

27/01/22 | 07:00

O experiente Gil, de 34 anos, renovou seu contrato com o Corinthians na tarde da última quarta-feira. Antes, o vínculo ia até final deste ano, mas, agora, vai até 31 de dezembro de 2023. O zagueiro é um dos pilares do clube nos últimos anos, e o jogo da última terça, no empate sem gols diante da Ferroviária, deu uma prévia do motivo pelo qual continua em alta no time.

O defensor atuou nos 90 minutos, ganhou quatro disputas de bola (57%) e o mesmo número em duelos pelo alto (80%). Foram 65 passes certos (100%), um desarme certo, um lançamento certo, sete rebatidas e apenas duas faltas de um total de dez, segundo dados de SofaScore e Footstats.


Não é à toa que Gil tem essa identificação com o clube e a torcida e teve seu contrato renovado. Ao todo, são 333 jogos, contando o duelo contra a Locomotiva, 147 vitórias, 108 empates e 78 derrotas, em um aproveitamento de quase 55%. Ainda, ele balançou as redes em 13 oportunidades.

No Brasileirão do ano passado, ele jogou 37 partidas, teve 97.9% de passes certos, 66.67% de acertos nos desarmes, 77.78% de acertos nas interceptações, oito viradas de jogo (100% de acerto), uma média de 0,57 defesa por jogo, 241 rebatidas (média de seis por jogo), 20 faltas cometidas (média de 0,54), cinco cartões amarelos e nenhum vermelho.

Ao seu lado, Gil atuou, na terça e no ano passado, ao lado de João Victor, de 23 anos. Foram 83 passes certos e apenas quatro errados (95,4%), seis rebatidas e nenhuma falta cometida contra a Locomotiva. No campeonato nacional de 2021, os dois se consolidaram como uma das melhores defesas - o alvinegro tomou 36 gols, atrás apenas do campeão Atlético-MG (34) e empatado com Flamengo e Atlético-GO.

A dupla deve voltar a jogar como titular no próximo domingo, às 18h30, diante do Santo André, no estádio Bruno José Daniel, no domingo, pela segunda rodada do Paulistão.

Deixe seu comentário