Gil defende Luan de críticas pela ausência na disputa de pênaltis

São Paulo, SP

11-08-2020 14:54:52

Após a derrota nos pênaltis para o Palmeiras pela final do Campeonato Paulista, no último sábado, o zagueiro Gil foi o primeiro jogador do Corinthians a falar com a imprensa. Em entrevista coletiva virtual, o camisa 4 defendeu o meia-atacante Luan, alvo de críticas por não ter sido um dos cobradores na decisão.

“Todo mundo que estava no jogo estava apto a bater. A gente sabe que pênalti é muito difícil, não tem que colocar a culpa em A, B ou C porque perdemos o jogo. Se fosse ao contrário, ninguém estaria falando. Nós sabemos das dificuldades que o jogo em si teria, ainda mais quando foi para os pênaltis. Então, temos que ter tranquilidade, continuar nos apoiando um no outro para fazer um grande trabalho", declarou o defensor.


Gil ainda afirmou que os jogaram não tocaram no assunto, mas fez questão de elogiar o camisa 7 e exaltou a recuperação do Corinthians depois da retomada. Correndo risco de não avançar ao mata-mata antes da paralisação, o Timão venceu as duas rodadas finais da primeira fase, os dois primeiros jogos eliminatórios e empatou duas vezes com o Palmeiras na final.

“Não conversamos sobre isso, mas sabemos da qualidade que ele tem. É uma pessoa super do bem, de grupo, ele e todos os jogadores. A gente tem passado força um para o outro, se cobrando para melhorar. Por tudo o que a gente viveu antes da pandemia, voltamos super bem. Está todo mundo trabalhando em prol do Corinthians. Claro que ficamos muito chateados. Sabemos da qualidade dos nossos jogadores, então temos que continuar trabalhando para fazer sempre melhor”, explicou.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

O jogador também ressaltou que o Corinthians agora deve deixar o estadual de lado para poder pensar na estreia do Campeonato Brasileiro, contra o Atlético-MG. Para ele, o time tem que estar "mentalmente forte" para pensar no título da competição nacional.

“A gente tem que tentar assimilar tudo o quanto antes para a estreia do Campeonato Brasileiro. Até porque essa final de sábado não vai poder acontecer novamente. Então, temos que ter tranquilidade e continuar trabalhando. Como eu falei, vínhamos de um período difícil antes da pandemia, mas conseguimos nos concentrar e fazer uma grande trabalho depois que voltamos. Vida que segue”, destacou.


"Tem que estar mentalmente forte, a cada rodada vamos encontrar equipes diferentes e com o mesmo desejo. Vencemos em 2015 assim, acredito que em 2017 também foi assim. Sabemos das dificuldades. Não adianta no começo fazer projeções ou fazê-las em cinco rodadas, temos que estar focados partida a partida para lá na frente fazer projeções e se equivaler com outras equipes. Temos que começar pontuando, respeitando o Atlético-MG", acrescentou.

Corinthians e Atlético-MG se enfrentam nesta quarta-feira, às 19h15 (de Brasília), em Belo Horizonte, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. O duelo válido pela primeira rodada, contra o Atlético-GO, foi adiado devido à disputa da final do Paulistão.

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Corinthians?