Empresário de João Victor, zagueiro do Corinthians, nega acordo com o Porto

Marina Bufon e Tiago Salazar - São Paulo,SP

29/06/22 | 15:49

A imprensa portuguesa, na manhã desta quarta-feira, divulgou a informação de que o zagueiro João Victor, do Corinthians, e o Porto chegaram a um acordo para poder contar com o jogador na próxima temporada. O valor seria de 10 milhões de euros (R$ 54,3 milhões, na cotação atual).

No entanto, a informação foi veementemente negada pelo empresário do defensor nesta tarde. O zagueiro tem valor estipulado em 15 milhões de euros (cerca de R$ 81,5 milhões), sendo que 55% dessa fatia é do Timão.

Procurado pela Gazeta Esportiva, Daniel Paiva, empresário de João Victor, afirmou que não há nenhum tipo de acordo entre as partes até este momento, nem nada perto de ser concretizado, já que o clube português não o procurou e nem fez uma proposta oficial.

“O Porto não procurou por mim, não fez nenhuma proposta e, portanto, não há nada perto de ser concretizado”, cravou Paiva.


Porto e Benfica vêm fazendo sondagens pelo jogador do Corinthians há alguns meses, tanto que a diretoria alvinegra trabalha com opções na próxima janela de transferências para suprir uma possível ausência. Os nomes de Balbuena e Felipe, dois ex-Corinthians, surgiram nos bastidores.

Além disso, Bruno Méndez, que estava emprestado ao Internacional, retornou ao Parque São Jorge e até já fez sua reestreia.

João Vitor começou a ganhar espaço no Corinthians no início de 2021, quando o time ainda era comandado por Vagner Mancini. Porém, foi nas mãos de Sylvinho que o zagueiro ganhou grande destaque.

Ele, inclusive, recebeu o Troféu Mesa Redonda 2021 como revelação do Campeonato Brasileiro. Nesta temporada, são 27 jogos disputados com a camisa do clube, o último deles o duelo de ida das oitavas de final da Libertadores, contra o Boca Juniors, na noite da última terça-feira, no empate por 0 a 0.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Deixe seu comentário