Benfica quer adiar pagamento e Corinthians não deve se opor; contrato basta para conseguir o adiantamento

Tiago Salazar - São Paulo,SP

08-07-2020 18:46:03

O Benfica pretende adiar a primeira parcela do pagamento ao Corinthians pela aquisição de Pedrinho. A informação do Jornal Record, de Lisboa, diz que os dirigentes portugueses vão procurar os cartolas alvinegros em busca de um acordo para realizar o depósito inicial em julho de 2021, e não mais em julho deste ano.

A Gazeta Esportiva apurou junto à cúpula corintiana que o clube ainda não foi procurado pelo Benfica, mas está aberto a novas conversas.

O Corinthians entende a maneira como a pandemia do coronavírus afetou as finanças das equipes e, como também tem buscado renegociar dívidas, não deve se opor a uma readequação do que estava combinado.

A sensibilidade dos cartolas paulistas também acontece porque uma eventual mudança de data no início do pagamento não tem qualquer influência no adiantamento do valor total da negociação pleiteado pelo Corinthians neste momento.

Os contratos entre as partes envolvidas e até mesmo entre o jogador e seu novo time já estão todos assinados. E esta é a garantia solicitada pelas instituições financeiras com quem o Corinthians tem mantido contato para conseguir tal liberação.

Portanto, quando o Benfica começará a pagar é irrelevante na questão prioritária do Timão de conseguir o montante de uma única vez.

Os portugueses aceitaram arcar com 20 milhões de euros, cerca de R$ 120 milhões, parcelados em quatro anos, para ficar com Pedrinho.

Clique aqui e entenda como o Corinthians está tentando o adiantamento do valor e por que o negócio ainda não foi concretizado.


Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Corinthians?